“SONHOS DE EINSTEIN”, DE ALAN LIGHTMAN: LINGUAGEM DELICIOSA E PERTURBADORAMENTE POÉTICA

Iniciei este ano com alguns problemas sérios de saúde. Foi quando eu senti medo. Muito medo. Naqueles momentos, comecei a pensar no tempo. No tempo que estaria escorrendo; no tempo que eu vivia e, em alguns casos, deixava de viver porque pensava no fim; no tempo que escorria das minhas mãos assim, como algo incontestável. […]

MINHA OPINIÃO – DELICADO, “A PRIMEIRA PESSOA” RETRATA O COTIDIANO EM HISTÓRIAS SURPREENDENTES

“A Primeira Pessoa”, uma coleção de doze contos – a maioria escritos em primeira pessoa –, da escocesa Ali Smith, é uma obra sofisticada. Identidade, medo, música e amor são temas recorrentes que, com naturalidade e fluidez indiscutíveis, traz personagens familiares, profundamente humanos e, na maioria das vezes, comuns; quase sempre em crise. Delicado, o […]

MINHA OPINIÃO – “PÁSSAROS NA BOCA”: NARRATIVAS E DESDOBRAMENTOS EXTRAORDINÁRIOS

Com apenas 34 anos e dois livros na bagagem, Samanta Schweblin é argentina e, traduzida para o inglês, alemão, holandês, húngaro, italiano, francês, sueco e sérvio, foi considerada pela revista britânica Granta uma das melhores escritoras de língua espanhola da atualidade. Apontada pelo jornal El Mundo como uma das “vozes mais potentes da nova narrativa […]

UM LUGAR PARA SE PERDER

 Alexandre Staut, embora jornalista respeitado, surgiu no mundo literário há pouco tempo. Publicou em 2010 seu romance de estreia, “Jazz Band na Sala da Gente” (Toada Edições). Agora, surge com um novo livro, “Um Lugar para se Perder” (Dobra Editorial), que será lançado na sexta (3), no Espaço do Satyros Um. A expectativa é grande. Não […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo