IRRACIONAIS: UM, GATO; OUTRO, CÃO

Com personalidades fortíssimas e completamente distintas, Blangis e Chico vivem comigo, no centro da cidade.

Blangis tem esse nome por conta de um dos libertinos de “Os 120 Dias de Sodoma”. É que quando chegou em casa, estava com uma doença venérea terrível. Vindo dos escombros da Praça Roosevelt  – apareceu no meio do palco do Satyros Um, certa vez – a veterinária que o atendeu pela primeira vez disse que seria difícil mantê-lo vivo, tamanha gravidade de seu caso.

Chico é labrador, apareceu no último dia do ano em nossas vidas. Abandonado em Parelheiros com miíase – produzida pela infestação de larvas de moscas em pele -, vive em casa e tudo o que ele quer na vida é ser feliz.

Com personalidades fortíssimas e completamente distintas, Blangis e Chico vivem comigo – e com mais dois gatos, a Antonia e Sofia – em meu apartamento, no centro da cidade.

Todos os dias, religiosamente, ao sair de casa pela manhã, Blangis vem se despedir de mim, no sofá da sala. Então eu faço festinhas, dou umas palmadelas em seu bumbum e o dia começa feliz. Agora, ai se eu, por um motivo ou outro, o desprezo. Sim, existem dias que a gente acorda atrasado e tem que sair correndo. Quando isso acontece, batata, encontro seu cocô bem no centro do tapete do meu quarto.

Chico tem pudores. Jamais, em hipótese alguma, faz cocô perto de alguém. Educadíssimo, procura sempre uma touceira ou lugar discreto, longe dos olhares de seus cuidadores.

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 822

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo