OnLife

Cheguei a 150 mil seguidores e 3,3 milhões de visualizações no TikTok. Isso me faz pensar umas coisas…

Importante, quando se trabalha com públicos, é atingir o ponto oposto de onde você está. Só assim você poderá conversar com o diferente, que poderá conhecer o seu trabalho e ter a possibilidade de se simpatizar com suas causas.

O que me faz concluir que os jornais e as emissoras de TVs, infelizmente, estão caminhando à margem de seu próprio tempo.

Isso tudo pra dizer que, se você acha que deve virar as costas para o TikTok, mais um exemplo, saiba que está perdendo uma singular possibilidade de – no mínimo, tentar – entender como pensa a Geração Alfa, que num futuro muito próximo será o público que decidirá pelos programas das TVs ou comprará os jornais e as revistas, caso ainda esses veículos tenham fôlego para continuar existindo.

Como afirma Luciano Floridi, “não somos online ou offline, nossa existência agora é onlife”.

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1191

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo