O QUE FAZER COM O – OU A FALTA DE – TEMPO?

Parece que agora as viagens não realizadas no período da pandemia começam a ser cobradas. Com correções, inclusive. Problema mesmo é conciliar agendas. Enquanto um trabalho na Holanda volta a ser desenhado, na Suécia temos planejada uma estreia, pensada bem antes da pandemia.

Enquanto isso, a SP Escola de Teatro brilha na Alemanha. Nesta semana, Rodolfo García Vázquez, nosso coordenador de Direção, trabalha na Ernst Busch, uma das mais importantes instituições do mundo na área do teatro.

Além de conduzir um workshop, Rodolfo será um dos palestrantes do evento que encerra o Alexandria Nova, projeto que reúne sete universidades do norte da Europa, sendo a SP Escola de Teatro única instituição de fora do continente europeu a participar do certame.

As atividades desta semana se darão dentro do Festival Theatertreffen, o maior acontecimento de teatro em língua alemã do mundo.

Além de mim e do Rodolfo, Mauro Leite e Dennis Zapater, estudantes da SP Escola de Teatro, viajam até Berlim.

Post criado 78

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo