MEMÓRIAS | Alberto Guzik, um gato, uma viagem a Nova York e um romance inédito

Esta obra chama-se “Cat and Bird”, do artista suíço Paul Klee (1879-1940), pintada 1928. O quadro está no MoMA, em Nova York, onde tirei essa foto, uns três ou quatro anos atrás.
Foi o Alberto Guzik quem me apresentou a ela, através de seu romance “A Estátua de Sal de Sodoma”, ainda inédito. Quando morreu, em 2010, Alberto deixou sob meus cuidados dois romances inéditos. Além deste “A Estátua de Sal…”, tem ainda o “Um Palco Iluminado”. Estou trabalhando na edição dos dois livros que devem sair brevemente.

Verdade seja dita, eu já tinha visto o quadro, mas não me lembrava dele. Porque no início de 2009 eu estive visitando o MoMA com o Alberto e foi nesta ocasião que, ao sairmos do museu, ele resolveu ir ao Central Park sozinho. Disse que precisava escrever.

Nos encontramos no dia seguinte, no café da manhã do hotel e Alberto me conta que, no Central Park, havia começado a escrever seu novo romance, “A Estátua de Sal de Sodoma”, e que tinha este quadro do Klee como inspiração.
Durante o ano de 2009 inteiro, fui recebendo os capítulos do livro por e-mail. O último veio
Mexendo em arquivos esquecidos por aqui, encontrei esta foto aí, de quando, depois de conhecer a história do novo romance, voltei ao MoMA para olhar o quadro com atenção.
Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1583

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo