SP ESCOLA INTERNACIONAL DE TEATRO


E aqui, na SP Escola de Teatro, organizamos, em comemoração ao fim do ano letivo, o “Seminário Internacional de Teatro – Diálogos da SP”. E já se tornou um grande sucesso.

Trazendo artistas importantíssimos do cenário teatral mundial, presenteamos nossos aprendizes com grandes aulas de como se pensar o mundo do teatro, já que, neste momento, vários de nossos pupilos estão concluindo os quatro módulos de formação da nossa Escola.

Até agora tivemos:

Fernanda Montenegro (03/12) –  que, com mais de 50 anos de carreira, é atriz de cinema, teatro e televisão, foi a primeira artista brasileira a ser indicada ao Oscar – por “Central do Brasil”, de Walter Salles –, atuou nos mais emblemáticos espetáculos da cena nacional e atualmente está em cartaz com “Viver sem Tempos Mortos”, dirigida por Felipe Hirsch;

Aderbal Freire Filho (13/12) – que, sendo inovador na arte de fazer teatro e priorizar as ideias do ator em cena, é um dos diretores mais conceituados do cenário brasileiro. Cearense de Fortaleza, Aderbal é responsável pela idealização do Grêmio Dramático Brasileiro e do Centro de Demolição e Construção do Espetáculo;

Eugenio Barba (15/12) – diretor italiando baseado na Dinamarca onde fundou o Odin Teatret, em 1964, depois de sua experiência no Theater of 13 Rows, dirigido por Grotowsky. Em 1979, cria a Ista (International School of Theatre Anthropology). Durante os últimos 43 anos, dirigiu 73 produções com o Odin Teatret e com o multicultural Theatrum Mundi Ensemble.

Reinaldo Montero (16/12) – cubano de Cienfuegos. É autor de diversas obras de ficção, peças de teatro e roteiro de cinema. Foi jurado em concursos, já proferiu conferências e ministrou oficinas em diversos países. É autor, entre outras, de “Liz”, montada de Cia. de Teatro Os Satyros, sob a direção de Rodolfo García Vazquez.

Jurij Alschitz (16/12) – diretor e pedagogo teatral que, formado pela renomada escola russa Gitis, é fundador, juntamente com Anatoli Vassiliev, da Escola de Arte Dramática, em Moscou. Coordena a European Association for Theatre Culture, que integra centros de formação teatral na Alemanha, França, Itália e Escandinávia. É autor de vários livros voltados para a arte do ator.

Está por vir:

Jan Ferslev (17/12) – músico, comporsitor, ator e pedagogo nascido em Copenhague, Dinamarca. Como guitarrista, na década de 60, participou de várias gravações e compôs a trilha sonora para espetáculos de diferentes linhas. Trabalhou, ainda, como ator em grupos de teatro alternativos e tradicionais antes de ingressar no Odin Teatret, em 1987.

Esperamos que os próximos anos nos reservem as mesmas boas surpresas que este 2011 nos revelou. Tudo tem sido um grande aprendizado. A SP é um sonho realizado!

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 768

2 comentários em “SP ESCOLA INTERNACIONAL DE TEATRO

  1. Gente! eu preciso durar muito para ver tantas maravilhas!
    Imagina que se possa fazer um trabalho legal em Antropologia no Teatro, e direcionar a ampliação dessa obra. Parabéns Ivan!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo