Diretor da SP, Ivam Cabral é convidado a ser consultor da Comissão Externa Permanente de Aconselhamento Científico da Escola Superior Artística do Porto, Portugal

Em reunião realizada ontem (13), na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro, o diretor executivo Ivam Cabral recebeu o convite oficial para ser consultor da Comissão Externa Permanente de Aconselhamento Científico (CEPAC), do Centro de Estudos Arnaldo Araújo (CEAA), parte da Escola Superior Artística do Porto (ESAP).

A diretora da instituição, Maria Helena Maia, veio pessoalmente ao Brasil para fazer o convite, acompanhada das também pesquisadoras e professoras Luisa Pinto (ESAP) e Josefina González Cubero (Universidad de Valladolid).

O CEAA é uma unidade de investigação financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia de Portugal, sendo o CEPAC composto por profissionais com currículo reconhecido nas áreas de trabalho dos quatro grupos de investigação: estudos de arquitetura; estudos de cinema; arte e estudos críticos; estudos de artes performativas.

Luisa Pinto e Maria Helena Maia Foto: Henrique Mello

O Grupo de Artes Performativas autonomizou-se no início de 2022, sendo Ivam Cabral o primeiro consultor a ser convidado para essa área. A comissão irá ser composta por renomados acadêmicos de instituições de prestígio, tais como Université Paris 8 e Université de Lille (França); Universidad de Vigo, Universidad de Valladolid e Universidad de Castilla-la-Mancha (Espanha); Universidade do Porto (Portugal).
Entre as atribuições do CEPAC, cabe aos consultores analisar o funcionamento da unidade e emitir parecer sobre o plano, o relatório de atividades anuais e o orçamento.

“Fico muito orgulhoso e honrado em receber esse convite da ESAP o e seu Centro de Estudos Arnaldo Araújo, uma instituição que respeito e admiro muito e que há anos é parceira da ADAAP, associação que gere a SP Escola de Teatro. Estamos ocupando lugares importantes no cenário mundial da pesquisa em teatro e é bonito de ver como essas relações e intercâmbios internacionais são promissores e fundamentais para investigadores e estudantes”, comentou Ivam, que é Doutor em Pedagogia Teatral pela ECA/USP (2017).

Em 2021, Ivam Cabral já havia sido um dos editores do livro “Arte inclusiva – Quem inclui quem?”, editado pelo CEAA. A parceria da SP Escola de Teatro e a Escola Superior Artística do Porto ocorre há vários anos e já envolveu também intercâmbio de estudantes e professores, realização de colóquios e residências artísticas.

Rodolfo García Vázquez (SPET), Marcio Aquiles (SPET), Maria Helena Maia (ESAP), Ivam Cabral (SPET), Luisa Pinto ((ESAP), Elen Londero (SPET) e Joaquim Gama (SPET). Foto: Henrique Mello

 

Fonte: SP Escola de Teatro

 

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1642

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo