CINEMA | Satyros Cinema lança festival com programação online de filmes e celebra Cine Bijou

FESTIVAL SATYRICINE BIJOU
de 22 a 29 de setembro

O Festival tem como compromisso o diálogo entre as gerações do cinema brasileiro, visibilizando obras imortalizadas na história da arte, trazendo filmes relevantes da cena atual e abrindo espaço para novas apostas do cinema alternativo e independente, através de uma mostra competitiva.

Compõem o júri os cineastas Silvio Tendler, Alain Fresnot, Hsu Chien Hsin, a cineasta e produtora Júlia Barreto, os jornalistas e críticos Daniel Schenker e Miguel Arcanjo e as atrizes Nicole Puzzi e Arly Arnaud. Os vencedores serão laureados por troféu criado especialmente pela artista plástica ítalo-brasileira Maria Bonomi.

Além de celebrar e reunir a diversidade brasileira na produção cinematográfica, o evento simboliza a retomada artística do Cine Bijou, espaço histórico da cinefilia paulista, reduto dos filmes de arte que escapavam da censura durante o regime militar. A sala será reaberta oficialmente em 2022.

PERÍODO: DE 22 A 29 DE SETEMBRO
INGRESSOS POPULARES: R$5,00
ONDE RETIRAR E ASSISTIR: plataforma Sympla Play / Festival Satyricine Bijou

www.sympla.com.br/festivalsatyricinebijou

Cada ingresso retirado dará acesso ao respectivo filme pelo período de 3 a 7 dias
www.satyros.com.br | Facebook: Satyros | Twitter: @os_satyros | Instagram: @ossatyros | YouTube: Os Satyros Cia. de Teatro

O Festival Satyricine Bijou, idealizado e produzido pela Satyros Cinema – capitaneada pelos artistas Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, acontecerá totalmente online entre os dias 22 e 29 de setembro, como parte do Projeto de Reabertura do lendário Cine Bijou, em São Paulo. 

Esta primeira edição do festival, dedicada ao cinema feito no Brasil mais recentemente, será dividida em quatro segmentos: Mostra Competitiva, Mostra do Novo Cinema Brasileiro, Mostra Para Atravessar o Fim do Mundo e Mostra Memória.

Com longas e curtas-metragens na programação, o Festival reunirá 83 filmes para o evento.

Todas as exibições acontecerão pela plataforma Sympla Play, com cada filme permanecendo disponível ao público pelo período de 03 a 07 dias. Os filmes que participam deste Festival foram cedidos por diretores, produtores e distribuidores sem qualquer custo, como apoio ao projeto de Reabertura do Cine Bijou.

O JÚRI

O júri da Mostra Competitiva é formado pelos cineastas Silvio Tendler, Alain Fresnot, Hsu Chien Hsin, pela cineasta e produtora Júlia Barreto, pelos jornalistas e críticos Daniel Schenker e Miguel Arcanjo Prado e pelas atrizes Nicole Puzzi e Arly Arnaud.

Os filmes vencedores serão laureados pelo Troféu SatyriCine Bijou, criado especialmente para o festival pela artista plástica ítalo-brasileira Maria Bonomi.

Pelas mãos de Bonomi, já surgiram os troféus da Apetesp de Teatro, Associação Brasileira de Críticos da Arte, o Eldorado de Música, Vilanova Artigas e entre outros.

Os vencedores da Mostra Competitiva serão anunciados em live no Instagram da Cia de Teatro Os Satyros (@ossatyros), no dia 29 de setembro, às 20h. Já a premiação, será realizada durante a edição do Festival Satyrianas, importante evento cultural organizado pela Cia de Teatro Os Satyros, em dezembro deste ano.

Além dos premiados da Mostra Competitiva, será realizada ainda a entrega do Grande Prêmio Satyricine Bijou, que a cada edição será destinado a um nome importante do cinema brasileiro, como homenagem pelo trabalho desenvolvido na área.

MOSTRA COMPETITIVA

Na Mostra Competitiva serão exibidas produções realizadas nos últimos dois anos, por novos diretores que estão no seu primeiro ou segundo filme. Serão 13 longas e 16 curtas.

MOSTRA DO NOVO CINEMA BRASILEIRO

Também com longas e curtas, exibirá filmes significativos de diretores que surgiram no século 21 e vêm se firmando no cenário nacional e internacional.

São filmes de Felipe Bragança, Karim Aïnouz, Gabriel Mascaro, Paulo Sacramento, Andradina Azevedo e Dida Andrade, Petrus Cariry, Gabriela Amaral Almeida, Affonso Uchoa e João Dumans, Kauê Telloli, Marco Dutra, Rodolfo Garcia Vazquez e Ivam Cabral, Joel Pizzini, cinco curtas de Kléber Mendonça Filho, além dos filmes experimentais de Gregorio Gananian, Negro Leo, Daniel Tagliari e Pedro Rocha.

Serão exibidos também curtas que tiveram destaque em festivais e revelaram uma nova geração de cineastas, como Leonardo Martinelli, Leo Tabosa, Fábio Leal, Nara Normande, Bruno Autran, Sabrina Fidalgo, Marcus Curvelo, Julia Katharine, Thais de Almeida Prado, Lufe Bollini e Mariana Yomared.

MOSTRA PARA ATRAVESSAR O FIM DO MUNDO

Através dessa mostra, serão exibidos filmes que se destacaram no cenário do audiovisual nos últimos anos, de uma nova geração que surge e dialoga com os tempos atuais, fora de concurso, indicados por curadoria especializada.

Neste ano, “Velha Roupa Colorida” e “Nômade” compõem a mostra especial.

MOSTRA MEMÓRIA

Através de clássicos do cinema brasileiro, a mostra presta homenagem a grandes atrizes e atores que se foram recentemente. Serão exibidos “A Idade de Terra” de Glauber Rocha, com Tarcísio Meira; “O Padre e a Moça”, de Joaquim Pedro de Andrade, com Paulo José; “São Paulo SA”, de Luis Sérgio Person, com Eva Wilma; “O Casamento”, de Arnaldo Jabor, com Camila Amado; e “Luz nas Trevas”, de Helena Ignez, com Sérgio Mamberti.

CINE BIJOU – A REABERTURA

O Cine Bijou foi uma das salas de cinema mais emblemáticas da cidade de São Paulo, tendo funcionado entre 1962 e 1996. Referência de resistência artística durante a ditadura militar, foi de fundamental importância na formação cultural de toda uma geração. A reabertura da histórica sala, localizada na Praça Roosevelt, vai também potencializar o complexo cultural e de lazer da região, formado por inúmeros teatros, bares e restaurantes, além da SP Escola de Teatro.

Durante a sua existência, deu espaço para filmes do Cinema Marginal, de movimentos alternativos-experimentais, além de clássicos do Cinema Novo. Entre 1964 e 1985 chegou a exibir grandes filmes da história cinematográfica, como Laranja Mecânica, Morangos Silvestres, Blade Runner e Indiana Jones. Após muitos anos fechado, o Cine terá sua reabertura oficial em 2022, agora administrado pelo Coletivo Os Satyros.

O cinema receberá estrutura moderna e de excelência técnica, sem abrir mão das características da antiga sala. Será preservada a ideia de um espaço alternativo, democrático e acolhedor para o convívio do público e artistas, com programação voltada à exibição regular de filmes de arte e autorais de todas as partes do mundo, incluindo inovações e experimentações ligadas ao audiovisual, assim como a participação nas principais Mostras e Festivais que acontecem anualmente na cidade.

O cinema brasileiro terá um foco especial, com empenho em colocar em cartaz filmes que não têm oportunidade no circuito ou passam meteoricamente pelas salas de exibição.

FICHA TÉCNICA DO FESTIVAL

Idealização: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez
Administração e Direção Geral: Ivam Cabral
Co-produção: Associação dos Artistas Amigos dos Satyros
Curadoria Mostra do Novo Cinema Brasileiro: Guilherme Marback
Curadoria Mostra Competitiva: Andradina Azevedo, Dida Andrade e Guilherme Marback.
Curadoria Mostra Memória: Guilherme Marback
Curadoria Mostra Para Atravessar o Fim do Mundo: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez

Júri Mostra Competitiva: Alain Fresnot, Arly Arnaud, Daniel Schenker, Hsu Chien Hsin, Júlia Barreto, Miguel Arcanjo, Nicole Puzzi e Silvio Tendler

Troféu SatyriCine Bijou: Maria Bonomi
Design Gráfico, Edição e Trailer: Diego Ribeiro
Produção Geral: Silvio Eduardo
Produção Executiva: Guilherme Marback
Secretariado: Janna Julian
Assessoria Contábil: Maiara Cicutt
Social Media: Isabella Garcia

Assessoria de Imprensa: JSPontes – João Pontes e Stella Stephany

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

MOSTRA COMPETITIVA

LONGAS

 

1 – A Senhora que Morreu no Trailer

Direção: Alberto Camarero e Alberto de Oliveira

Gênero: Docudrama

Duração: 01h38

Ano: 2020

Sinopse: A conturbada trajetória de Suzy King é revelada nessa história de vida e morte. Ela foi uma dançarina exótica, encantadora de serpentes e faquiresa brasileira encontrada morta em um trailer na fronteira dos Estados Unidos com o México em 1985. Três décadas depois, atrizes, cantoras, músicos e performers resgatam aspectos de sua personalidade enquanto dois historiadores tentam montar o complexo quebra-cabeça de sua vida.

Ficha Técnica:

Roteiro e pesquisa: Os Albertos

Elenco: Maura Ferreira, Helena Ignez, Zilda Mayo, Divina Valéria, Márcia Dailyn, Julia Katharine, Toscha Comeaux, Índia Rubla, Indiany, Regina Müller, Divina Núbia, Odre Consiglio, Jadde Johara, Marta Vidigal, John Spindler, Todd Hunter, Fabiano do Nascimento, André Silva e Danilo Dunas

Elenco documental: Alberto Camarero, Alberto de Oliveira, Arthur Husted, Carlos Sampaio de Araújo, Denise Elliott, Jim Wilson e José Gabriel Rivera Delgado

Elenco de imagens de arquivo: Carmen Miranda e Haybara Zehad

Narração: Eduardo Cabús

Depoimentos: Ângela Quinto e Esther Pearson

Narrações extras: Chip Jones, Odre Consiglio, Helena Ignez e Yasmin Hourani

Câmera: Os Albertos

Câmera adicional: Denise Elliott, Chip Jones e Barbara Vida

Direção de arte: Alberto Camarero

Montagem e Edição de som: Sergio Gag

 

2 – Cidade em Transe

Direção: Márcio Pereira Santos

Gênero: Ficção

Duração: 02h34

Ano: 2020

Sinopse: Na cidade de São Paulo e seus problemas de trânsito, poluição sonora e ambiental, manifestações, passeatas, etc.; um motoboy, um garoto de programa, um presidiário monitorado, um traficante e uma valise executiva roubada unem diversos tipos urbanos em meio à desencontros, truculências, abandonos, irreverências, modernidade e a degradação.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro, Argumento: Marcio P. Santos

Diretor de Fotografia: Marcio P. Santos.

Montagem: Fábio Miranda e Marcio P. Santos.

Direção de Arte: Marcio P. Santos.

Figurino: Marcio P. Santos e Colaboração Elenco.

Elenco: Ju Aguiar, Bruno Cezar, Flávio Amado, Milena Faria, Dilson Nery, Ney Damacena, Beliza Trindade, Gerson Ortega, Larissa Buitron, Javert Monteiro, Fabiany Lepore, Mayara Durmas, Nathalia Zambuzi, Olga Sofia, Claudia Luz, Diogo Cintra, Alexandre Silva, Marco Watanabe, Márcio Moraes, Fábio Miranda, Van Manga, Ana Paula Mattos, Djalma Teles, Ramon Gustaff, Alexander Evaso, José Pedro, Marcelo Marothy, Letycia Nascimento, Tânia Gomes, Nelson Cecere, Alison Falconeres, Jakeline Merencio, Alexandre Silva, Yuri Veneziani.

 

3 – Entre Nós Talvez Estejam Multidões

Direção: Aiano Bemfica e Pedro Maia de Brito

Gênero: Documentário

Duração: 01h32

Ano: 2020

Sinopse: “Entre Nós Talvez Estejam Multidões” propõe uma jornada imersiva junto aos sujeitos e agentes da ocupação Eliana Silva, em Belo Horizonte, durante o período eleitoral que conduz ao poder o projeto fascista capitaneado por Jair Bolsonaro. A obra é conduzida por meio dos sonhos, contradições e lembranças dos sujeitos que nela vivem, formulando assim o imaginário dessa comunidade num filme que articula-se como uma pintura mural.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Aiano Bemfica e Pedro Maia de Brito

Direção de Fotografia: Raphael Malta Clasen e Rick Mello

Montagem: Gabriel Martins

Produção Executiva: Pedro Maia de Brito, Tatiana Mitre e Vitor Cunha.

Distribuidora: Embaúba Filmes

 

4 – Éramos Em Bando

Direção: Marcelo Castro, Pablo Lobato e Vinícius de Souza

Gênero: Documentário

Duração: 54 min

Ano: 2020

Sinopse: Impedidos de estrear seu 25o espetáculo por conta

da pandemia de Covid-19, atrizes e atores do Grupo Galpão se

lançam em uma primeira experiência artística no ambiente

virtual. Um trabalho de resistência poética.

Ficha Técnica:

Direção: Marcelo Castro, Pablo Lobato e Vinícius de Souza

Montagem: Pablo Lobato

Trilha Sonora: Davi Fonseca

Produção Executiva: Beatriz Radicchi

Produção: Grupo Galpão

Elenco: Antonio Edson, Eduardo Moreira, Inês Peixoto, Julio Maciel, Lydia Del Picchia, Paulo André, Teuda Bara, Marcelo Castro, Vinícius de Souza, Gilma Oliveira e Davi Fonseca.

 

5 – Espero Que Esta Te Encontre e Que Estejas Bem

Direção: Natara Ney

Gênero: Documentário

Duração: 01h24

Ano: 2020

Sinopse: Em janeiro de 2011 um lote com 110 cartas de amor foi encontrado em uma Feira de Antiguidades, todas escritas por uma moradora de Campo Grande/MS para o seu noivo no Rio de Janeiro. Durante 2 anos, 1952/53, ela relata sobre a paixão e a distância. A partir desta descoberta, uma investigação se inicia para localizarmos este casal apaixonado e descobrirmos o desfecho do romance. Uma história sobre amor, tempo e memória.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Natara Ney

Direção de Fotografia: Felipe Reinheimer

Montagem: Karen Akerman, Mair Tavares

Trilha original: Ricco Viana, Antônio Van Ahn

Produção executiva: Carla Francine, Danielle Villanova

 

6 – Eu, Empresa

Direção: Leon Sampaio e Marcus Curvelo

Gênero: Ficção

Duração: 01h22

Ano: 2021

Sinopse: Um trabalhador informal enfrenta problemas financeiros e emocionais. Sem oportunidades decentes de trabalho, ele cria um canal no Youtube para tentar monetizar suas pequenas histórias de fracasso, enquanto presta serviços precarizados para empresas estrangeiras.

Ficha Técnica:

Direção: Leon Sampaio e Marcus Curvelo

Roteiro: Amanda Devulsky, Camila Gregório, Leon Sampaio, Marcus Curvelo

Direção de fotografia: Victor de Melo

Montagem: Frederico Benevides, Leon Sampaio, Marcus Curvelo, Ramon Coutinho

Produção executiva: Marisa Merlo

Elenco: Marcus Curvelo, Carlos Baumgarten, Aristides De Sousa (Juninho Vende-Se), Mariana Rios, Carol Alves, Thiago Almasy, Ritah Oliveira, Felipe Pedrosa, Rachel Sauder, Gaba Reznik.

 

7 – Iauretê

Direção: Tiago Mariusso

Gênero: Experimental

Duração: 01h05

Ano: 2020

Sinopse: As manifestações sociais e políticas contidas no conto Meu tio, o Iauaretê são tratadas como elementos de criação e motivação do movimento e também como ponto de partida para se pensar a memória onírica da questão indigenista no Brasil em relação a miscigenação atual da população. Em cena os intérpretes/criadores fazem um paralelo entre dois universos: o real, abordando as questões atuais que atravessam todos habitantes do país e o ficcional através da transmutabilidade proposta no conto de Guimarães e acentuada no artigo de Tânia Stolze Lima sobre a comunidade Juruna.

Ficha Técnica:

Argumento e Direção: Tiago Mariusso

Dramaturgia Provocativa: Eduardo Okamoto

Performers: Henrique Nerys, Kiko Andrade, Luís Andrade e Marcelo Nogueira

Captação e Edição de Imagem: Nozes Audiovisual

Captação e Edição de Som: Marcelo Nogueira e Tiago Mariusso

Edição Final: Abaeté Produtora

 

8 – Mulher Oceano

Direção: Djin Sganzerla

Gênero: Ficção

Duração: 01h40

Ano: 2020

Sinopse: Ao se mudar para Tóquio, uma escritora brasileira se dedica a escrever seu novo romance, instigada por suas experiências no Japão e por uma das últimas cenas que presenciou no Rio de Janeiro: uma nadadora de travessia oceânica rasgando o horizonte com vigorosas braçadas em mar aberto. Essas duas mulheres aparentemente não compartilham nenhuma conexão, até que suas vidas começam a interferir uma na outra, estranhamente ligadas pelo mar. Hannah, a escritora, mergulha em uma jornada de auto descoberta no Japão, enquanto Ana, a nadadora no Rio, estranhamente tem seu corpo transformado em uma espécie de Oceano interior.

Ficha Técnica:

Direção: Djin Sganzerla

Roteiro: Djin Sganzerla e Vana Medeiros

Direção de Fotografia: André Guerreiro Lopes

Elenco Principal: Djin Sganzerla, Kentaro Suyama (Japão), Stênio Garcia, Lucélia Santos, Gustavo Falcão, Jandir Ferrari, Rafael Zulu, entre outros.

Montagem: Karen Akerman, EDT

Trilha Sonora Original: Rafael Cavalcanti

Direção de Arte Rio de Janeiro: Isabela Azevedo

Produção Executiva: Ludmila Patrício / Mercúrio Produções

Produção Executiva RJ: Fernanda Romero e Cavi Borges

Produção e Realização: Djin Sganzerla e Mercúrio Produções

 

09 – Nowhere

Direção: Thaís de Almeida Prado e Flávia Couto

Gênero: Documentário

Duração: 01h08

Ano: 2021

Sinopse: Um Filme de Infiltração. Um documentário que segue a vertente dos filmes-diário. O filme é composto pelo olhar autobiográfico de 8 mulheres em relação às cidades onde vivem. NOWHERE propõe um ensaio poético e um testemunho de suas experiências com a cidade: sendo estrangeiras, descobrindo suas raízes, na tentativa de criar arte, vivenciando as violências urbanas, lidando com o espaço, arquitetura e movimento.

Ficha Técnica:

Direção, edição e roteiro: Flavia Couto & Thais de Almeida Prado

Argumento: Flavia Couto

Trilha Sonora: Thaís de Almeida Prado

Com e Por: Aurelie Rauzier, Bianca Mendonça, Camila Ganc, Clemence Zamora, Emma Jaster, Flavia Couto, Man Wai Fok,

Thais de Almeida Prado, Cia Auto-Retrato, Bruno Kott.

Câmeras: Arc-et-Senans e Thaís de Almeida Prado

. São Paulo: Thais de Almeida Prado, Ruda K. Andrade, Caetano Gotardo, Lucas Gervilla, Flavia Couto, Cristiano Burlan.

. Argelia: Aurelie Rauzier, Clemence Zamora.

. Berlim: Thais de Almeida Prado, Bianca Mendonça, Sebastian Mez.

. Colônia: Bianca Mendonça, Thais de Almeida Prado.

. Hong Kong: Man Wai Fok.

. Londres: Flavia Couto, Camila Ganci.

. Paris: Katrin Amira Dicky, Gabriela Gauziski, Carlos Bauzyz, Flavia Couto.

. Washington DC: Emma Jaster, Wyatt Jackson Jaster.

Produção: Flavia Couto & Thaís de Almeida Prado

 

10 – O Buscador

Direção: Bernardo Barreto

Gênero: Ficção

Duração: 01h27

Ano: 2019

Sinopse: Isabela é filha de um poderoso político e cresceu em um contexto de regalias e luxo. Em seu processo de maturidade, Isabela se apaixona por Giovani, fundador de uma comunidade que prega a sustentabilidade e o amor livre, e, fascinada por uma lógica diferente de mundo, abandona tudo o que tinha na tentativa de construir uma vida diferente. É dia dos pais e tem quatro anos que Isabela não visita sua família. Na tentativa de uma reaproximação, ela decide apresentar Giovani aos pais e ao irmão, mas o que ela não esperava é, que de volta à casa, iria descobrir que seu Pai está envolvido em um dos maiores escândalos de corrupção já registrado no Brasil. Não existirá outra possibilidade, senão enfrentar e reconhecer os fantasmas do seu passado.

Ficha Técnica:

Direção: Bernardo Barreto

Roteiro: Bernardo Barreto e Martín Preusche

Direção de Fotografia: Lucca Pougy

Direção de arte: Fabi Zanol

Montagem: Cláudia Silvestre e Pedro Duran

Trilha Sonora: João Viana

Elenco: Pierre Santos, Mariana Molina, Débora Duboc, Mário Hermeto, Aline Fanju, Bruno Ferrari, Luiz Felipe Mello, Erom Cordeiro e Monique Alfradique.

Produção Executiva: Isabella Nicolas

 

11 – Rua Guaicurus

Direção: João Borges

Gênero: Documentário

Duração: 01h15

Ano: 2019

Sinopse: A rua Guaicurus é uma das maiores zonas de prostituição do Brasil, localizada no centro da cidade de Belo Horizonte, desde os anos 50. Atualmente funcionam mais de 25 hotéis na região, com aproximadamente três mil trabalhadoras do sexo. O filme vai revelar este enorme complexo de prostituição por meio de situações que eclodem das relações entre suas personagens.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: João Borges

Direção de Fotografia: Lucas Barbi

Direção de Arte: Mol Thais

Edição: Fabian Remy

Elenco: Ariadina Paulino, Elizabeth Miguel, Shirley Santos, Carlos Francisco.

Produção Executiva: Mariana Andrade

 

12 – Todo Carnaval Tem Seu Fim

Direção: Vitor Baumgratz & Paulo Leite

Gênero: Ficção

Duração: 01h20

Ano: 2020

Sinopse: Em pleno Carnaval, Carol descobre que foi traída por seu “namorido”, Beto. Suas melhores amigas inconformadas abandonam um feriado “detox” com a missão de arrastar Carol para o Carnaval. Enquanto isso, Beto e seu amigo Diego saem em uma busca implacável para redimir o erro e reduzir o dano das três amigas embriagadas em busca de vingança.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Vitor Baumgratz & Paulo J. Leite

Direção de Fotografia: Paulo J. Leite

Direção de Arte: Thabata Picasso

Montagem: Luciano Rossi

Trilha Sonora Original: Guilherme Picolo & André Mota

Elenco: Thamiris Mandú, Tóia Ferraz, Renata Fasanella, Johnnas Oliva, Gutto Szuster, Rafael Mentges, Cinthia Duo, Larissa Ferrara, Thiago Iglesias

Produção Executiva: Vitor Baumgratz & Paulo J. Leite

 

13 – Zona Árida

Direção: Fernanda Pessoa

Gênero: Documentário

Duração: 01h16

Ano: 2019

Sinopse: Como é ser uma estrangeira na cidade mais conservadora dos Estados Unidos? Em 2001, a diretora brasileira Fernanda Pessoa, aos 15 anos, vive a experiência de ser uma aluna de intercâmbio por um ano em Mesa, no Arizona, considerada a cidade mais conservadora dos EUA. 15 anos depois – e dois meses antes da eleição de Donald Trump – ela retorna para tentar entender sua experiência lá e as ideias conservadoras em relação a temas como a fronteira mexicana, o estilo de vida country, a religiosidade e o patriotismo.

Ficha Técnica:

Direção e Argumento: Fernanda Pessoa

Direção de Fotografia: Rodrigo Levy

Montagem: Germano Oliveira e Mari Moraga

Direção de Narração: Maeve Jenkings

Texto e Narração: Fernanda Pessoa

Trilha Sonora Original: Pedro Santiago

Elenco: Brandon Lax, Brek “EJ”, Jan Strin, Kristen Lax, Mike Casillas, Pam Hanny, Peter Caruso, Ricky Gonzalez, Victor Hanny

Produção executiva: Raiane Rodrigues

CURTAS

 

1 – Amanhã

Direção: Aline Flores e Alexandre Cristófaro

Gênero: Ficção

Duração: 19 min

Ano: 2020

Sinopse: A metrópole que não dorme jamais parece ignorar o homem que está prestes a se jogar do alto do prédio.  Apenas um jovem demonstra interesse pelo espetáculo.

Ficha Técnica:

Direção: Aline Flores e Alexandre Cristófaro

Roteiro: Bruno Autran

Direção de Fotografia: Daniel Lupo, Marco Rempel e Paulo Faria

Direção de Arte e Figurino: Jade Chemim

Edição: Gabriel Garcia e Bruno Autran

Elenco: Herberth Vital e Marcos Azevedo

Trilha Sonora original: Pedro Santiago

Produção: Carolina Mânica

 

2 – Crua

Direção: Clara Vilas Boas e Emanuele Sales

Gênero: Ficção

Duração: 23 min

Ano: 2020

Sinopse: Uma adolescente pertencente a uma família de classe média tenta lidar com incômodos que a perseguem cotidianamente e traumas do seu passado.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Clara Vilas Boas e Emanuele Sales

Direção de fotografia: Ibria Lopes

Direção de Arte: Débora Salles

Montagem: Clara Vilas Boas e Emanuele Sales

Trilha sonora: Indra Aquino

Produção: Marina Soares

Elenco: Maria Clara Strambi, Anna Campos, Milange, Enedson Gomes, Franco Dafon, Ana Beatriz Cucaroli, Clara França e Débora Mc Quade.

 

3 – Emílio

Direção: Stephanie Lourenço

Gênero: Ficção

Duração: 11 min

Ano: 2019

Sinopse: Quem é Emílio? Um amigo? Um amor? Um parente? Em um mundo cada vez mais egoísta, uma garota passa os dias à procura de revistas para alguém que talvez nem saiba que ela existe. Na São Paulo frenética dos dias atuais, ainda é possível encontrar aqueles que se preocupam com quem não está ao alcance dos olhos.

Ficha Técnica:

Direção: Stephanie Lourenço

Roteiro: Ismael Caneppele

Fotografia: Giuliano Martin

Direção de Arte: Stephanie Lourenço

Montagem: Fausto Noro

Elenco: Stephanie Lourenço, Talita Tilieri, Letícia Sobral

Produtora Executiva: Sandra Lourenço

 

4 – Em Quadro

Direção: Luiza Campos

Gênero: Ficção

Duração: 12 min

Ano: 2020

Sinopse: Num set de filmagem, olhares, gestos e palavras atravessam, invadem e oprimem.

Ficha Técnica:

Direção: Luiza Campos

Co-direção: Pedro Paulo de Andrade

Roteiro: Antoniela Canto e Luiza Campos

Direção de Fotografia: Claus Stellfeld

Montagem: Alberto Cardoso e Pedro Paulo de Andrade

Finalização: Bruna Goldschmidt

Produção Executiva: Alberto Lopes e Francisco Puech

Elenco: Antoniela Canto, Caetano O’Maihlan, Athena Beal, Fabio Acorsi, Gabriela Fortanell, Isabella Lemos, Manuela Afonso, Vanessa Bruno.

 

5 – Esmalte Vermelho Sangue

Direção: Gabriela Altaf

Gênero: Documentário

Duração: 13 min

Ano: 2020

Sinopse: A partir de entrevistas com mulheres vítimas de violência doméstica, e usando apenas imagens de arquivo de filmes de ficção e de canais do YouTube, o documentário trata da intercessão entre práticas de beleza e relacionamentos abusivos.

Ficha Técnica:

Direção: Gabriela Altaf

Roteiro: Gabriela Altaf, Jocimar Dias Jr. e Vitor Medeiros

Montagem: Vitor Medeiros e Paula Schuabb

Edição de Som: Arthur Mendes e Paula Schuabb

Produção Executiva: Gabriela Altaf

 

6 – Eterno Desconhecido

Direção: Nicolau Gayotto da Conceição

Gênero: Experimental

Duração: 17 min

Ano:

Sinopse: Em meio a uma Avenida paulista lotada por manifestações, eventos políticos, miséria e andantes; um homem cria um anseio inexplicável por matar. Diante de tantos discursos diferentes, não se sabe qual escolher e no final acaba escolhendo o menos provável.

Ficha Técnica:

Direção: Nicolau da Conceição

Assistente de Direção: Julio Zelic

Roteiro: Julio Zelic e Nicolau da Conceição

Direção de Fotografia: Laís Medeiros

Elenco: Nicolau da Conceição, Pascoal da Conceição, Lorena Gnaccarini, Carlos Santos, Ricardo Ernesto

Edição: Nicolau da Conceição

 

7 – F For Fake News

Direção: E. M. Z. Camargo

Gênero: Experimental / Documentira

Duração: 01 min

Ano: 2019

Sinopse: Um documentira para compartilhar no grupo da família.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro e Edição: E. M. Z. Camargo

Produção: Kaoan Toledo

 

8 – Fosfeno

Direção: Clara Vilas Boas e Emanuele Sales

Gênero: Ficção

Duração: 12 min

Ano: 2021

Sinopse: Teçá é uma jovem solitária que trabalha como DJ. Durante seu setlist em uma festa, uma mulher tira uma foto de Teçá. Essa mulher continua aparecendo pelo seu caminho.

Ficha Técnica:

Direção: Clara Vilas Boas e Emanuele Sales

Roteiro: Bruna Maynart e Emanuele Sales

Direção de fotografia: Jelton Oliveira

Direção de arte: Penélope Victoria

Montagem: Clara Vilas Boas e Emanuele Sales

Trilha sonora original: Fábio de Carvalho

Elenco: Mel Jhorge e Giuli Paz

Produção: Clara Vilas Boas, Marina Soares e Vanderson Silva

 

9 – Goma

Direção: Igor Vasco

Gênero: Ficção

Duração: 20 min

Ano: 2019

Sinopse: Kid é um jovem Mc que vive rodeado por música na sua quebrada. Ele nutre uma admiração pelas letras das músicas de Preto, seu parceiro, e deseja passar a mesma visão em suas rimas. Porém Kid terá que enfrentar a discriminação de alguns mc’s nas batalhas de rimas.

Ficha Técnica:

Direção: Igor Vasco

Roteiro: Igor Vasco e Vitor Romenior

Fotografia: Rodrigo Barreto

Direção de Arte: Isadora Gomes

Montagem: Igor Vasco e Vitor Romenior

Elenco: Daniel Silva, Andarilho Cha, Hegberto Emiliano, Mana Bella, Akil Husani

Produção: Elder Silveira, Eleonora Gonçalves, Igor Vasco, Isadora Gomes, Rodrigo Barreto, Vitor Romenior

 

10 – Insanidade

Direção: Daniel Marx

Gênero: Experimental

Duração: 06 min

Ano: 2019

Sinopse: O mundo de cada um pode ser insano e perturbador. A mente pode nos pregar muitas peças e com isso podemos viver isolados em nossos mundos particulares e muitas vezes em um caminho sem volta. O filme nos mostra a mente humana sem estrutura racional e que vive perturbada e perseguida por seus demônios, e que na maioria das vezes, a única saída é a morte.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro, Direção Fotografia, Produção: Daniel Marx

Edição: Daniel Marx, Luca andreatto, Fausto Reis

Direção de Arte: Sérgio Ramos

Trilha Sonora: Carlos Ferraz

 

11 – M – Fantasia Dramática

Direção: Nicolau Gayotto da Conceição

Gênero: Experimental

Duração: 10 min

Ano: 2021

Sinopse: Após uma noite de mágicas com seu marido, Lucia começa a ouvir barulhos estranhos em sua casa, que se convertem em um grande mistério.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Nicolau da Conceição

Direção fotografia e Edição: Nicolau da Conceição

Elenco: Lucia Gayotto e Pascoal da Conceição

 

12 – Memby

Direção: Rafael Parrode

Gênero: Experimental

Duração: 17 min

Ano: 2020

Sinopse: Num sonho, me encontrei com os ancestrais. Assista no escuro e com som alto. Este filme possui efeitos estroboscópicos e pode ser danoso para pessoas com epilepsia e fotosensibilidade.

Ficha Técnica:

 

13 – Pequena Flor de Ameixa: Um Fragmento

Direção: Camila Guerra

Gênero: Documentário

Duração: 14 min

Ano: 2020

Sinopse: Entre dores, cólicas, inseguranças e episódios machistas no tatame, Isadora – artista marcial e professora de Kung Fu – compartilha seu processo de auto empoderamento, em seus treinos árduos de preparação para o exame de Faixa Preta, confrontando a perspectiva de que lugar de mulher não é na arte marcial e demonstrando a potência que o corpo feminino tem.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Camila Guerra

Direção de Fotografia: Julia Donati e Allan Lira

Montagem e Edição: Allan Lira

Produção Executiva: Camila Guerra

Trilha Musical: “Pele fina” de Maria Fontes

 

14 – Obatala

Direção: Sebastian Wiedemann

Gênero: Experimental

Duração: 07 min

Ano: 2019

Sinopse: O corpo re-existe e insiste, pois nunca é um envoltório fechado, mas sim canal de passagem e transe entre as mais diversas dimensões espirituais (Obatala Film). Filme-devoção, filme-oferenda. Filmado na mítica Ile-Ife, cidade sagrada do povo Yoruba e fundada pelos próprios Orixás, este filme procura afirmar de modo sensorial a vertigem de entrar em relação com Obatala, orixá criador do mundo, da luz. Transe de faíscas de luz, de corpos em conexão espiritual.

Ficha Técnica:

Composição Audiovisual: Sebastian Wiedemann

Países de Produção: Nigeria, Brasil e Colombia

 

15 – Todos
Direção:
Kleyton Cintra
Gênero: Ficção
Duração: 18 min
Ano: 2019
Sinopse: Mostra o conflito de cinco personagens que vivem em realidades socioeconômicas diferentes, e que convivem com o mesmo dilema que é se encontrar, se perdoar, lidar com a depressão e o desejo suicida que os acompanha por algum motivo.
Ficha Técnica:
Direção e Fotografia:
Kleyton Cintra
Roteiro: Daniel Marx
Direção de Arte: Fabio Lins
Música: Moises Marx
Elenco: Fabio Rodhen, Caio Franzolini, Elaine Lima, Kelly Maciel, Paulo Gabriel, Ruy Silva, Benee De Gualbert e Fabio Maltez.

 

16 – Rejunte

Direção: Giulia Baptistella

Gênero: Documentário

Duração: 09 min

Ano: 2020

Sinopse: “Rejunte” é um retrato de Iraci Pereira, mulher, mãe e pedreira, aos 44 anos passou por dois relacionamentos abusivos e sofreu todo tipo de violência, até reconstruir sua vida e se encontrar na construção civil, ambiente de trabalho majoritariamente masculino.

Ficha Técnica:

Direção: Giulia Baptistella

Direção de fotografia: Mariana Ferracin

Direção de som: Nicole Belo

Montagem: Rafaela Ferraz  e Camilla Jan

Finalização: Giulia Baptistella e Julia Nakamura

 

MOSTRA DO NOVO CINEMA BRASILEIRO

LONGAS

 

1 – NÃO DEVORE MEU CORAÇÃO

Direção: Felipe Bragança

Gênero: Ficção

Duração: 01h46

Ano: 2017

Sinopse: Joca está apaixonado por Basano e busca fazer de tudo para conquistá-la, até enfrentar as memórias violentas da Guerra do Paraguai e os segredos de seu irmão mais velho que é envolvido com uma gangue de motociclistas da região.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro e Montagem: Felipe Bragança

Elenco: Cauã Reymond, Eduardo Macedo, Adeli Gonzales, Leopoldo Pacheco e Ney Matogrosso.

Direção de Arte: Dina Salem Levy

 

2 – TRAGAM-ME A CABEÇA DE CARMEN M.

Direção: Felipe Bragança e Catarina Wallenstein

Gênero: Ficção / Experimental

Duração: 01h01

Ano: 2019

Sinopse: Ana (Catarina Wallenstein) é uma atriz portuguesa que desembarca no Brasil com o objetivo de se preparar para o seu próximo projeto: um filme sobre a cantora Carmen Miranda. A atriz estrangeira não pode, no entanto, sequer imaginar que para incorporar a celebridade do passado, precisará ultrapassar uma crise de identidade de toda uma nação em uma negociação com sua exigente e misteriosa diretora.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Felipe Bragança e Catarina Wallenstein.

Elenco: Catarina Wallenstein, Helena Ignez, Higor Campagnaro

Montagem: Karen Black

Trilha Musical: Hugo Leitão

Produção: Cavi Borges

 

3 – O ABISMO PRATEADO 

Direção: Karim Aïnouz

Gênero: Ficção

Duração: 01h22

Ano: 2013

Sinopse: Violeta é uma dentista casada e com um filho, que tem um dia normal de trabalho. Ao ouvir uma mensagem deixada na secretária do celular ela entra em desespero. A mensagem foi gravada por seu marido, Djalma, que disse que estava deixando-a e partindo para Porto Alegre. Ele pede para que Violeta não o siga, mas ela não segue o conselho e tenta viajar, o quanto antes, para a capital do Rio Grande do Sul.

Ficha Técnica:

Direção: Karim Aïnouz

Direção de fotografia: Mauro Pinheiro Jr.

Elenco: Alessandra Negrini, Thiago Martins, Otto Jr.

 

4 – PRAIA DO FUTURO

Direção: Karim Aïnouz

Gênero: Ficção

Duração: 01h46

Ano: 2014

Sinopse: Donato, um salva-vidas da Praia do Futuro no Ceará que, após tentar salvar um amigo de Konrad, um alemão piloto de motovelocidade, de um afogamento, apaixona-se por ele e parte para Berlim, deixando Ayrton, o irmão mais novo, para trás. Anos depois, já adolescente, Ayrton se aventura em busca de seu irmão, aquele que considerava seu herói.

Ficha Técnica:

Direção: Karim Aïnouz

Roteiro: Felipe Bragança e Karim Aïnouz

Fotografia: Ali Olay Gözkaya

Montagem: Isabela Monteiro de Castro

Trilha Sonora: Volker Bertelmann

Elenco: Wagner Moura, Clemens Schick e Jesuíta Barbosa

 

5 – ARÁBIA 

Direção: Affonso Uchoa e João Dumans

Gênero: Ficção

Duração: 01h37

Ano: 2018

Sinopse: Em Ouro Preto, Minas Gerais, um jovem (Murilo Caliari) encontra por acaso o diário de um operário metalúrgico que sofreu um acidente e por suas memórias embarca numa jornada pelas condições de vida de trabalhadores marginalizados.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Affonso Uchoa e João Dumans

Elenco: Aristides de Sousa, Murilo Caliari e Renata Cabral

Trilha Sonora Original: Francisco Cesar Filho

Direção de fotografia: Leonardo Feliciano e Maurício Rezende

Montagem: Luiz Pretti e Rodrigo Lima

 

6 – A VIZINHANÇA DO TIGRE

Direção: Affonso Uchoa

Gênero: Documentário

Duração: 01h35

Ano: 2014

Sinopse: Jovens moradores da periferia de Contagem precisam aprender a lidar com a dura realidade da vida. Os jovens Juninho, Eldo, Adilson, Menor e Neguinho são moradores da periferia de Contagem e vivem divididos entre o trabalho e a diversão, o crime e a esperança. Para sobreviver à luta de cada dia, terão que domar o tigre que carregam dentro de si.

Ficha Técnica:

Direção: Affonso Uchoa

Roteiro: Affonso Uchoa e João Dumans

Direção de fotografia: Affonso Uchoa

Montagem: Luiz Pretti, Affonso Uchoa e João Dumans

Elenco: Aristides de Sousa, Eldo Rodrigues, Adilson Cordeiro, Wederson Patrício e Maurício Chagas

 

7 – O BARCO

Direção: Petrus Cariry

Gênero: Ficção

Duração: 01h32

Ano: 2018

Sinopse: Uma mulher de uma comunidade de pescadores no Ceará tem 26 filhos, o nome de cada filho corresponde a uma letra do alfabeto. Ela consegue decifrar o futuro a partir deles e prevê a chegada de um misterioso barco e de uma mulher pelas águas. O destino dessa comunidade será alterado por esses acontecimentos.

Ficha Técnica:

Direção: Petrus Cariry

Roteiro: Petrus Cariry e Rosemberg Cariry

Elenco: Everaldo Pontes, Rômulo Braga e Verônica Cavalcanti

 

8 – CLARISSE OU ALGUMA COISA SOBRE NÓS DOIS

Direção: Petrus Cariry

Gênero: Ficção

Duração: 01h24

Ano: 2015

Sinopse: Clarisse mora em Fortaleza, longe do pai, mas decide ir até sua casa para visitá-lo. Na casa do pai moribundo, ela descobre segredos da sua infância que envolve um irmão que morreu. Em um clima tenso e claustrofóbico, ela mergulha em um turbilhão emocional.

Ficha Técnica:

Direção: Petrus Cariry

Roteiro: Rosemberg Cariry e Petrus Cariry

Elenco: Sabrina Greve, Everaldo Pontes e David Wendefilm

 

9 – 30 ANOS BLUES

Direção: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Gênero: Ficção

Duração: 01h31

Ano: 2021

Sinopse: Após cinco anos afastado, Diogo retorna a São Paulo e reencontra o amigo André, que enfrenta problemas no relacionamento com Júlia. Cansado da rotina e da ausência da paixão do início de namoro, André passa a se interessar por outras mulheres ao mesmo tempo em que lida com a frustração de não conseguir trabalhar com Cinema, área em que se formou. Já Diogo voltou a morar com os pais e, sem rumo, se envolve com uma antiga namorada, Helena, quando a reencontra em uma reunião da turma da faculdade. O problema é que ela, atualmente, mantém um relacionamento estável com outra pessoa.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro e Montagem: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Elenco: Andradina Azevedo, Dida Andrade, Carol Melgaço, Julia Ianina, Cláudia Alencar e Fábio Penna.

 

10 – A BRUTA FLOR DO QUERER

Direção: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Gênero: Ficção

Duração: 01h16

Ano: 2016

Sinopse: Quando ainda estava na faculdade de cinema, Diego se destacava como um dos alunos mais promissores, dirigindo pequenos trabalhos de sucesso. No entanto, chegando ao mercado de trabalho, ele não consegue se firmar como cineasta, sendo forçado a filmar cerimônias de casamento. Em meio a essa crise, Diego ainda tem que enfrentar sua complicada relação com as mulheres, que despertam nele o desejo e o medo.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Elenco: Andradina Azevedo, Dida Andrade, Diana Motta, Danilo Grangheia e João Federici.

 

11 – RIOCORRENTE

Direção: Paulo Sacramento

Gênero: Ficção

Duração: 01h19

Ano: 2013

Sinopse: Carlos, Renata e Marcelo formam um triângulo amoroso contextualizado na caótica rotina de uma metrópole como São Paulo. Carlos tenta cuidar do menino Exu, mas ele passa o dia inteiro nas ruas da cidade.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro e Montagem: Paulo Sacramento

Direção de fotografia: Aloysio Raulino

Elenco: Lee Taylor, Simone Iliescu, Roberto Audio e Vinicius dos Anjos.

 

12 – O PRISIONEIRO DA GRADE DE FERRO

Direção: Paulo Sacramento

Gênero: Documentário

Duração: 02h03

Ano: 2003

Sinopse: Utilizando as técnicas aprendidas em um curso de filmagem ministrado dentro do presídio, os detentos encarcerados no maior centro de detenção da América Latina documentam seu cotidiano, registrando as condições precárias nas quais (sobre)vivem, dez anos após os acontecimentos de um dos episódios mais sangrentos da história do Brasil, o Massacre do Carandiru, que custou a vida de mais de uma centena de detentos.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Paulo Sacramento

Direção de Fotografia: André Luís da Cunha e Aloysio Raulino

Montagem: Idê Lacreta e Paulo Sacramento

 

13 – A FILOSOFIA NA ALCOVA

Sinopse: Baseado na obra homônima de autoria do Marquês de Sade, obra publicada clandestinamente no final do século dezoito, traz uma narrativa que trata sobre a educação sexual de uma jovem virgem, Eugénie, que aprende as artes da libertinagem através dos ensinamentos e experiências de Dolmancé e da senhora de Saint-Ange.

Direção: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez

Gênero: Ficção

Duração: 01h16
Ano: 2017

Ficha Técnica:

Direção: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez
Roteiro: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, a patir da obra de Marquês de Sade.

Elenco: Henrique Mello, Stephane Sousa, Bel Friósi, Felipe Moretti, Suzana Muniz, Hugo Godinho, Eduardo Chagas e Phedra D. Córdoba.

 

14 – HIPÓTESES PARA O AMOR E A VERDADE
Sinopse:
A história ambientada em São Paulo, se passa numa única noite e entrecruza o destino de diversos personagens urbanos, entre eles um nerd, uma prostituta, uma velha catatônica e uma travesti guia de turismo.

Direção: Rodolfo García Vázquez

Gênero: Ficção

Duração: 01h25

Ano: 2014

Ficha Técnica:

Direção: Rodolfo García Vázquez
Roteiro: Ivam Cabral

Fotografia: Laerte Késsimos

Montagem: Letícia Simões

Música: Marcello Amalfi
Elenco: Ivam Cabral, Gustavo Ferreira, Cléo De Páris, Tiago Leal, Nany People, Fabio Penna, Robson Catalunha, Luiza Gottschalk, Paulinho Faria, Esther Antunes e Phedra D. Córdoba.

 

15 – VENTOS DE AGOSTO

Direção: Gabriel Mascaro

Gênero: Ficção

Duração: 01h17

Ano: 2014

Sinopse: Agosto. Um pesquisador de som de ventos alísios desembarca em uma pacata vila de pescadores e abala a rotina de Shirley, que trabalha em uma fazenda, e Jeison, praticante da pesca submarina. A maré está alta, os ventos fortes e a vila nunca mais será a mesma.

Ficha Técnica:

Direção e Direção de Fotografia: Gabriel Mascaro

Roteiro: Gabriel Mascaro e Rachel Ellis

Montagem: Ricardo Pretti

Elenco: Dandara de Morais, Geová Manoel dos Santos e Gabriel Mascaro

 

16 – VOLUME MORTO

Direção: Kauê Telloli

Gênero: Ficção

Duração: 01h16

Ano: 2019

Sinopse: Uma jovem professora se mobiliza para resolver o estranho caso de um menino mudo, de sete anos de idade, mas acaba se tornando a principal suspeita do problema.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Kauê Telloli

Direção de Fotografia: Kauê Zilli

Montagem: Bruno Autran

Elenco: Fernanda Vasconcellos, Júlia Rabello, Daniel Infantini e Fernanda Viacava

 

17 – A SOMBRA DO PAI 

Direção: Gabriela Amaral Almeida

Gênero: Ficção

Duração: 01h32

Ano: 2018

Sinopse: Dalva, uma menina de 9 anos, se torna responsável por sua casa quando seu pai, o pedreiro Jorge, fica doente. Órfã de mãe, ela precisa deixar de lado a infância para cuidar do pai, que por sua vez, tem que lidar com a frustração de perder aspectos de sua paternidade.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Gabriela Amaral Almeida

Direção de Fotografia: Barbara Alvarez

Montagem: Karen Akerman

Elenco: Júlio Machado, Nina Medeiros e Luciana Paes

 

18 – QUANDO EU ERA VIVO

Direção: Marco Dutra

Gênero: Ficção

Duração: 01h48

Ano: 2014

Sinopse: Júnior volta a morar com a família depois que perdeu o emprego e se separou da esposa. Ao chegar na casa que um dia já fora seu lar, ele se sente um estranho e passa seus dias no sofá do velho Sênior remoendo a separação, o desemprego e sonhando com a jovem inquilina Bruna. Após achar alguns objetos que pertenciam à sua mãe, Júnior passa a querer saber tudo sobre a história da família e desenvolve uma estranha obsessão pelo passado, passando a confundir delírio e realidade.

Ficha Técnica:

Direção: Marco Dutra

Roteiro: Marco Dutra, Gabriela Amaral Almeida

Elenco: Marat Descartes, Antonio Fagundes, Sandy e Gilda Nomacce.

 

19 – 500 ALMAS

Direção: Joel Pizzini

Gênero: Documentário

Duração: 01h45

Ano: 2004

Sinopse: O delicado processo de reconstrução da memória e da identidade dos índios Guatós – através de depoimentos dos próprios membros da comunidade e de reconstituições de crimes realizados por homens brancos contra eles – uma tribo indígena da região do Pantanal mato-grossense que foi descoberta muitos e muitos anos após ter sido considerada extinta e que atualmente se encontra disperso pela área.

Ficha Técnica:

Direção: Joel Pizzini

Roteiro: Joel Pizzini e Idê Lacreta

Direção de Fotografia: Mário Carneiro

Montagem: Idê Lacreta

Trilha Sonora Original: Livio Trachtenberg

Elenco: Paulo José, Helena Ignez e Matheus Nachtergaele

 

CURTAS

 

 

1 – Nova Iorque

Direção: Leo Tabosa

Gênero: Ficção

Duração: 24 min

Ano: 2018

Sinopse: Hermila e Leandro querem fugir. Hermila e Leandro querem ficar. Uma professora sai do sertão pernambucano e tenta ser atriz em São Paulo. Sem sucesso, retorna 20 anos depois para cuidar da mãe doente e dar aulas. Ela constrói uma forte amizade com um de seus alunos.

Ficha Técnica:

Direção: Leo Tabosa  

Roteiro: Leo Tabosa e Cira Ramos
Direção de Fotografia: Beto Martins

Direção de Arte: Isabela Stampononi

Montagem: Tiago Therrien

Elenco: Hermila Guedes, Marcélia Cartaxo, Juan Calado, Ana Adams, Tiago Mattos, Cira Ramos, Itamar Gonçalves, Francisco Marincola, Gael Madureira

 

2 – Marie

Direção: Leo Tabosa

Gênero: Ficção

Duração: 25 min

Ano: 2019

Sinopse: Marie retorna ao sertão, depois de 15 anos, para enterrar o pai. Lá reencontra seu melhor amigo de infância, Estevão e com ele o seu passado. Com a ajuda de Estevão, Marie parte numa viagem para enterrar o pai na cidade do Crato.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Leo Tabosa
Direção de Fotografia: Petrus Cariry

Direção de Arte: Isabela Stampononi

Montagem: Caio Zatte

Elenco: Wallie Ruy, Divina Valéria e Rômulo Braga

 

3 – Baunilha

Direção: Leo Tabosa

Gênero: Documentário

Duração:  13 min

Ano: 2017

Sinopse: Olhe a sua volta. Tudo que você vê e toca pode ter o gosto de Baunilha. O BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo), é o tema central da abordagem. O filme privilegia um viés de descoberta em contraponto ao preconceito vigente contra essa prática absurdamente relacionada à perversão ou à toda sorte de distúrbio sexual.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Leo Tabosa
Direção de Fotografia: Alex Costa e Paulo Maia

Montagem: Leo Tabosa

 

4 – Reforma

Direção: Fábio Leal

Gênero: Ficção

Duração: 15 min

Ano: 2018

Sinopse: Francisco está insatisfeito com seu corpo.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Fábio Leal

Direção de Fotografia: Maíra Iabrudi

Direção de Arte: André Antonio

Montagem: Quentin Delaroche

Elenco: Fábio Leal, Mariah Teixeira, Paulo César Freire, Everton Frederic Hermany, Lucas Muniz

Produção Executiva: Dora Amorim e Thaís Vidal

 

5 – O Porteiro do Dia

Direção: Fábio Leal

Gênero: Ficção

Duração: 27 min

Ano: 2017

Sinopse: Após trocar olhares entre “bom dia” e “boa tarde” diários, Marcelo se dá conta que é hora de tentar algo mais com Márcio, o porteiro de seu prédio.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Fábio Leal

Direção de Fotografia: Tiago Calazans

Direção de Arte: Thales Junqueira

Montagem: André Valença

Elenco: Carlos Eduardo Ferraz, Edilson Silva, Fábio leal, João Vigo

Produção Executiva: Dora Amorim e Thaís Vidal

 

6 – Copacabana Madureira

Direção: Leonardo Martinelli

Gênero: Ficção

Duração: 18 min

Ano: 2019

Sinopse: Eleições presidenciais. Notícias falsas. Prazeres e dores pelos bairros da cidade. Brasil, século XXI.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Leonardo Martinelli

Direção de Fotografia: Sofia Leão, Leonardo Martinelli

Montagem: Pedro de Aquino

Produção: Francisco Vasconcelos, Leonardo Martinelli, Nicolas Bezerra, Rafael Lopes Cesar

 

7 – Vidas Cinzas

Direção: Leonardo Martinelli

Gênero: Ficção

Duração: 15 min

Ano: 2017

Sinopse: Um falso documentário sobre a atual crise social, política e econômica no Brasil, onde o governo corta as cores do Rio de Janeiro, deixando a cidade em preto e branco.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Leonardo Martinelli

Montagem: Pedro de Aquino

Estrelando: Wagner Moura, Marielle Franco, Gregório Duvivier, Glenn Greenwald, Marcelo Freixo, Roney Villela, Petra Costa, Flávio Bolsonaro, Lindbergh Farias, Roxanne Peguet, Ricardo Brandão, Ciara Ní Longaigh, Etiene Magalhães, Claudio Vieira

Produção: Jéssica Paola, Leonardo Martinelli, Nadia Anderson Orlickas

 

8 – Dentro

Direção: Bruno Autran

Gênero: Ficção

Duração: 15 min

Ano: 2014

Sinopse: Na casa de praia dos pais, ele comemora mais um aniversário. A chegada inesperada de um rapaz o faz perceber que a pior ferida é aquela que te consome por dentro.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Bruno Autran

Fotografia: Kauê Zilli
Edição: Bruno Ribeiro
Trilha original:
Pedro Noizyman

Elenco: Bruno Guida, Bruno Autran e Antônio Haddad

Produção: Vini Castilho, Carol Portes e Bruno Ribeiro

 

9 – Coração Pela Boca

Direção: Bruno Autran

Gênero: Ficção

Duração: 15 min

Ano: 2015

Sinopse: Estômago. Pulmão. Pele. Fígado. Boca. Coração. O coração pela boca. Uma montanha russa. Quase que alcançar o céu e despencar de lá de cima. Apaixonar. Adoecer.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Bruno Autran

Fotografia: Kauê Zilli
Direção de Arte: Michele Navarro

Trilha Sonora Original: Pedro Santiago

Elenco: Bruno Autran, Juliana Mesquita , Nataly Cabanas ,Viviane Ono, Raquel Ramos, Naiumi Goldoni, Lila Guimarães , Luisa Mesquita Maia.

Produção Executiva: Bruno Autran

 

10 – Sem Coração

Direção: Nara Normande e Tião

Gênero: Ficção

Duração: 25 min

Ano: 2014

Sinopse: Léo vai passar férias na casa de seu primo, em uma vila pesqueira. Lá, ele conhece uma menina apelidada de “Sem Coração”.

Ficha Técnica:

Roteiro, direção, montagem: Nara Normande e Tião

Produção: Emilie Lescloux (Cinemascopio)

Direção de fotografia: Ivo Lopes Araújo

Direção de Arte: Thales Junqueira, Maurício Nunes

Elenco:

Eduarda Samara, Rafael Nicácio, Ricardo Lavenère, Arthur Guilherme, Artur Cavalcanti, Damião Manoel, Marcos Lopes, Manoel Félix, Raphael Victor, Vinícius Fausto, Eules dos Santos, Eduardo Normande, Maeve Jinkings, Maria Eduarda, Vitória Régia, Sabrina Santos.

 

11 – Neandertais

Direção: Marcus Curvelo

Gênero: Ficção

Duração: 21 min

Ano: 2016

Sinopse: Guta e William encontram um homem das cavernas. Joder está triste.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Marcus Curvelo

Direção de Fotografia: Danilo Umbelino

Direção de Arte e Figurino: Cual

Montagem: Ramon Coutinho

Elenco: Danila Maia, Elcian Gabriel, Mario Bezerra, Felipe Velozo, Nathan Marreiro, Everton Machado, Marcus Curvelo, Ramon Coutinho e Haydson Oliveira

Produção Executiva: Bianca Muniz e Marcus Curvelo

 

12 – Joderismo

Direção: Marcus Curvelo

Gênero: Ficção

Duração: 25 min

Ano: 2019

Sinopse: Brasil, 2019. Joder é diagnosticado.
Ficha Técnica:
Direção:
Marcus Curvelo
Roteiro, Montagem, Fotografia, Som e Pdução: Amanda Devulsky e Marcus Curvelo
Trilha Sonora: Marcus Curvelo e Rodrigo Curvelo
Elenco: Marcus Curvelo, Rodrigo Curvelo, Sônia Gentil Curvelo e Joel Curvelo
Produção executiva, consultoria de roteiro e montagem: Eugênio Puppo e Matheus Sundfeld

 

13 – Tea for Two

Direção: Julia Katharine

Gênero: Ficção

Duração: 25 min

Ano: 2019

Sinopse: Silvia é uma cineasta de meia-idade em crise com sua vida. Ela leva uma vida de plena estagnação: passa os dias em meio a seus livros, discos e xícaras de chá, sem grandes projetos e sem muita companhia. Certo dia, sua ex-mulher Isabel, que a deixou há muitos anos, bate à sua porta afirmando querer retomar o relacionamento. Na mesma noite em que é surpreendida pela visita da ex-esposa, conhece uma outra mulher que a fascina. A vizinha de prédio, Isabela, lhe desperta um fascínio e a provoca a sair da inércia.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Julia Katharine

Direção de Fotografia: Cris Lyra
Direção de Arte: João Marcos de Almeida
Música: Adriana Davi

Elenco: Gilda Nomacce, Amanda Lyra, Julia Katharine, Carlos Eduardo Valente e Lui Seixas

 

14 – Yomared

Direção: Lufe Bollini e Mariana Yomared

Gênero: Ficção

Duração: 15 min

Ano: 2017

Sinopse: Yomared é um documentário sobre uma bambolista mexicana que viveu algum tempo no Vale Do Anhangabaú no centro de São Paulo. Livremente inspirado no capitulo “O segredo como assassinos” do livro “Mulheres que correm com os lobos” de Clarissa Pinkola Estés, o diretor e montador Lufe Bollini, acompanha o dia a dia de Mariana Yomared na intimidade e através de suas narrações sobre sonhos enigmáticos e histórias de violência do patriarcado. Uma criação através de uma relação afetuosa em que a câmera foi o dispositivo para um singelo olhar sobre o feminino.

Ficha Técnica:

Direção, Produção e Montagem: Lufe Bollini

Roteiro: Lufe Bollini e Mariana Yomared

Câmeras: Lufe Bollini, Mariana Yomared, Rafael Avancini e Antonio Ternura

Música Original: Mariana Yomared, Bruna Casarin e Banda da Convenção de malabares de Florianópolis

Elenco: Tiare Desire Gonsalez, Giovanna Rodrigues, Luis Só, Larissa Lima e Carlos Malverde

Produção Executiva: Luciana Siebert e Fabiana Mansur

 

15 – Aller /Retour

Direção: Thais de Almeida Prado

Gênero: Experimental / Documentário

Duração: 03 min

Ano: 2021

Sinopse: Uma mulher retorna a uma cidadezinha depois de 10 anos redescobrindo histórias e memórias ocultas do local.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro, Cinematografia, Sound Design e Edição:

Thais de Almeida Prado

 

16 – Threesome

Direção e Performances: Thaís Almeida Prado, John Herman & Va-Bene Elikem Fiatsi

Gênero: Experimental

Duração: 05 min

Ano: 2021

Sinopse: Um filme-performance colaborativo, desenvolvido durante o confinamento por John Herman (Colonia, Alemanha) Thaís Almeida Prado (São Paulo, Brasil) and Va-Bene Elikem Fiatsi aka crazinisT artisT (Kumasi, Gana). “Somos corpos, somos almas, somos espíritos livres, somos humanos” desejo proclamado pelos artistas em manifesto para desafiar o sistema heteronormativo e as estruturas patriarcais que violam os direitos humanos, a liberdade e a justiça.

Ficha Técnica:

Direção e Performances: John Herman, Thaís Almeida Prado e Va-Bene Elikem Fiatsi

Edição: John Herman

 

17 – Alfazema

Direção: Sabrina Fidalgo

Gênero: Ficção

Duração: 24 min

Ano: 2019

Sinopse: É carnaval e Flaviana vive um difícil dilema; como se livrar do amante que se recusa a sair de seu chuveiro?

Ficha Técnica:

Roteiro, Direção e Produção: Sabrina Fidalgo

Direção de Fotografia: Julia Zakia, DFA

Montagem: Bia Medeiros

Direção de Arte: Daniel Sá Vasconcellos

Montagem: Vinícius Nascimento

 

18 Rainha

Direção: Sabrina Fidalgo

Gênero: Ficção

Duração: 30 min

Ano: 2016

Sinopse: Rita finalmente realiza o sonho de se tornar a rainha da bateira da escola de samba de sua comunidade, todavia, ela terá que lutar contra forças obscuras, internas e externas…

Ficha Técnica:

Roteiro e direção: Sabrina Fidalgo

Direção de Fotografia: Julia Zakia

Montagem: Antoine Guerreiro do Divino Amor

Direção de arte: Kiti Soares

Coreografo: Joel Rocha

Produção Executiva: Carol Viana

Elenco: Ana Flavia Cavalcanti, Marilia Coelho, Bianca Joy Porte, Jerry Gilli, Ana Chagas, Marco Andrade, Felipe Frazão, Sabrina Fidalgo, Eduarda Teixeira, Gabriela Patrocínio, Vitoria Lima, Eugênia Branco, Cecilia Bueno e Julia Senne.

 

 

DADOS SESSÕES ESPECIAIS DA MOSTRA

 

1CURTAS KLEBER MENDONÇA FILHO

– Recife Frio

Gênero: Ficção científica / Comédia dramática

Duração: 25 min

Ano: 2009

Sinopse: Nos trópicos do país, onde as temperaturas usualmente eram elevadas, a cidade do Recife sofre com a queda da temperatura devido a uma mudança climátrica, fazendo com que os habitantes tenham que se adaptar. Um lugar que passa de tropical para frio e chuvoso, tornando o ambiente triste.

Ficha Técnica:

Direção e Fotografia: Kleber Mendonça Filho

Produção Executiva: Juliano Dornelles e Emilie Lesclaux

Elenco: Andrés Schaffer

 

– Luz Industrial Mágica 

Gênero: Documentário

Duração: 08 min

Ano: 2009

Sinopse: Quem são essas pessoas, e o que elas estão fazendo?Sobras de materiais brutos do documentário Crítico, fruto das filmagens de Kléber Mendonça Filho em festivais internacionais de cinema. O filme mostra os espectadores do Festival de Cannes munidos de seus dispositivos digitais prontos a capturar o pixel mais atraente do ator do momento. O diretor afirma gostar da cara de caçador/atirador de elite em pessoas comuns. Mudo.

Ficha Técnica:

Roteiro, Fotografia e Montagem: Kleber Mendonça Filho

 

– Noite de Sexta Manhã de Sábado

Gênero: Ficção

Duração: 16 min

Ano: 2006

Sinopse: Após uma festa na noite de sexta, um homem se dirige a uma loja de conveniências e liga para uma mulher que está em outro país. Os dois conversam bastante e tentam se conectar através da ligação, como se tivessem se encontrando.

Ficha Técnica:

Direção, Fotografia e Montagem: Kleber Mendonça Filho

Roteiro: Bohdana Smyrnova

Elenco: Bohdana Smyrnova e Pedro Sotero

 

– Vinil Verde

Gênero: Ficção

Duração: 17 min

Ano: 2004

Sinopse: Na cidade do Recife, uma mãe dá de presente para sua filha uma caixa cheia de discos de vinil coloridos. Ao entregar a caixa, a mãe avisa a menian que ela pode escutar todos os discos, exceto o vinil verde, o que a garota acaba desobedecendo.

Ficha Técnica:

Direção: Kleber Mendonça Filho

Roteiro: Bohdana Smyrnova e Kleber Mendonça Filho

Elenco: Verônica Alves, Gabriela Souza e Ivan Soares

 

– Enjaulado

Gênero: Ficção

Duração: 33 min

Ano: 1997

Sinopse: Após sofrer um trauma urbano, um homem morador de um apartamento suburbano de segurnaça máxima começa a enlouquecer. Cercado de medo e paranóia, ele se torna prisioneiro do seu próprio mundo.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Kleber Mendonça Filho

Direção de Fotografia: Beto Martins

Montagem: João Maria

Elenco: Charles Hodges

  1. 2. CURTAS ANDRADINA E DIDA

– Para Que Não Me Ames

Gênero: Ficção

Duração: 17 min

Ano: 2008 

Sinopse: Marisco, um homem que nunca disse eu te amo, conhece na prisão Vivita, uma travesti que insiste em sonhar.

Ficha Técnica:

Direção e montagem: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Roteiro: Dida Andrade

Direção de Fotografia: Pepe Mendes

Direção de Arte: Bianca Turner, Pou Didley e Ric Infante

Elenco: Bruno Giordano, Aline Magna, Ferro, Formigão, Junior Niazzi, Betão Dias, Diego Leiva e Adalto Dantas

 

– O Capitão Chamava Carlos

Gênero: Ficção

Duração: 19 min

Ano: 2012

Sinopse: Carlos, um torturador da ditadura militar, foge de sua realidade ouvindo as canções românticas de Marcelo Rivas. Certa noite, num dos porões em que trabalha, o cantor surge entre seus suspeitos.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro e Montagem: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Direção de Fotografia: Pepe Mendes

Direção de Arte: Pou Didley, A.F.L. e Rodrigo Piza Levy

Elenco: Danilo Grangheia, Dagoberto Feliz e Nelson Baskerville.

 

– A Triste História de Kid-Punhetinha

Gênero: Ficção

Duração: 15 min

Ano: 2012

Sinopse: Victor e Verônica estudam na mesma classe. A menina, que nunca beijou ninguém, é apaixonada por Victor. Um dia, por pressão dos amigos, ele transa com ela.

Dois meses depois, entre silêncios e angústias, Victor e Verônica vão à uma clínica de aborto.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro, Montagem e Fotografia: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Elenco: Ruizito Prado, Sandra Lima e Julio Vargas

Produção Executiva: Bia Vilela e Gabriel Alvim

 

  1. 3. EXPERIMENTO

– Nenhuma Fantasia

Direção: Gregorio Gananian e Negro Leo

Gênero: Experimental

Duração: 12 min

Ano: 2020

Sinopse: Performance poética de Negro Leo, com um aparelho de TV e ele mesmo. Os antigos sempre souberam.

Ficha Técnica:

Direção: Gregorio Gananian e Negro Leo

Argumento e Roteiro: Negro Leo

Fotografia: Bruno Risas

Montagem: Gregorio Gananian

Trilha Sonora Original: Lucas Pires

 

– NECRO 

Direção: Pedro Rocha

Gênero: Experimental

Duração: 01h06

Ano: 2021

Sinopse: Uma experência de som e imagem.

Ficha Técnica:

Direção, Roteiro e Montagem: Pedro Rocha

MOSTRA PARA ATRAVESSAR O FIM DO MUNDO


1 – Nômade

Direção: Liz Reis

Gênero: Documentário

Duração: 01h13

Ano: 2021

Sinopse: Nômade foi concebido dentro de um hiato criativo, depois de muitos trabalhos que realizamos, discos, shows e tudo mais. Renato e os músicos vão contar as dificuldades e caminhos de criação, como nasceu Nômade, crises, um verdadeiro processo de

renovação ate gravar o disco. O sucesso do Nômade após ser tema de novela. O ensaio/show será conduzido pela atriz e diretora Liz Reis irá entrevistar e filmar a banda Nômade e revelará o processo de criação, de uma forma descontraída com provocações picantes.

Ficha Técnica:

Roteiro e direção: Liz Reis

Direção de fotografia e câmera: Andradina Azevedo e Dida Andrade

Som direto e câmera adicional: Daniela Gatti

Montagem: Andradina Azevedo e Daniela Gatti

Produção Executiva: Liz Reis e Beatriz Reis

 

2 – Velha Roupa Colorida

Direção: Gabriel Alvim

Gênero: Ficção

Duração: 01h15

Ano: 2021

Sinopse: Um homem de 30 anos retorna do exterior após uma estadia frustrada para retomar seu antigo trabalho e as amizades. Mas o tempo não parou e agora ‘o passado é uma roupa que não lhe cabe mais.

Ficha Técnica:

Direção: Gabriel Alvim

Roteiro: Gabriel Alvim, Kaue Telloli e Dida Andrade

Direção de Fotografia: Paul Bessa

Direção de Arte: Eduardo Kissajikian

Trilha Sonora: Agoristas, Rios Voadores, Fernando Freitas, Sara não tem nome, Carne Doce e Caio Falcão e o Bando.

Elenco: Dida Andrade, Louise D’Tuani, Adriano Toloza, Carol Melgaço, Andradina Azevedo, Kauê Telolli, Fabio Penna, Fernanda Stefanski, Tony Reis, Pedro Lopes, Guta Ferrarini, Bruna Yamatogue, Aleixa Silva, Enzo Cruz, Julia Bobrow, Marco Biglia, Sue Nanhamandu, Victoria Blat e Marcelo Lazzaratto.

Produção Executiva: Gabriel Alvim, Kaue Telloli e Luiza Vassalo.

 

MOSTRA MEMÓRIA

 

EVA WILMA – SÃO PAULO SA

Direção: Luís Sérgio Person

Gênero: Ficção

Duração: 01h47

Ano: 1965

Sinopse: Carlos, um jovem da classe média paulistana, ingressa numa grande empresa. Logo depois, ele aceita um cargo numa fábrica de auto-peças, da qual torna-se gerente, e cujo patrão é sonegador de impostos e tem várias amantes. A certa altura, ele é um chefe de família que trabalha muito, ganha bem, mas vive insatisfeito. Sem um projeto de vida ou perspectivas para mudar a condição que rejeita, só lhe resta fugir.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Luís Sérgio Person

Direção de fotografia: Ricardo Aronovich

Direção de arte: Jean Lafront

Elenco: Walmor Chagas, Eva Wilma, Darlene Glória, Otello Zeloni e Etty Fraser.

 

CAMILA AMADO – O CASAMENTO

Direção: Arnaldo Jabor

Gênero: Ficção

Duração: 01h50

Ano: 1974

Sinopse: O senhor Sabino, um rico industrial da construção civil, nutre um amor incestuoso pela filha Glorinha de 18 anos, que vai se casar em dois dias. O médico da família diz que o futuro genro foi visto beijando outro homem na boca. Glorinha, ao saber das denúncias, faz um retrospecto doloroso de seus 18 anos de sexo, violências e dilemas, com flashbacks e ações entrelaçadas, que fazem aparecer as verdades que se escondem sob a aparente felicidade burguesa: injustiças, perversões sexuais, adultérios e crimes. Roteiro baseado na obra homônima de Nelson Rodrigues.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Arnaldo Jabor

Fotografia: Dib Lufti

Edição: Rafael Justo Valverde

Elenco: Adriana Prieto, Paulo Porto, Camila Amado, Érico Vidal, Mara Rúbia e Nelson Dantas.

 

PAULO JOSÉ – O PADRE E A MOÇA

Direção: Joaquim Pedro de Andrade

Gênero: Ficção

Duração: 01h30

Ano: 1966

Sinopse: A chegada de um novo padre numa pequena cidade do interior de Minas Gerais causa verdadeira comoção na conservadora atmosfera local. A situação se agrava quando se descobre que o padre fica completamente atraído por um jovem moça. Uma história de amor proibido que logo se transforma em paixão desenfreda. Baseado homônimo no poema de Carlos Drummond de Andrade.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Joaquim Pedro de Andrade

Direção de Fotografia: Mário Carneiro

Montagem: Eduardo Escorel e Joaquim Pedro de Andrade

Elenco: Paulo José, Helena Ignez, Mário Lago e Fauzi Arap.

 

TARCÍSIO MEIRA – A IDADE DA TERRA

Direção: Glauber Rocha

Gênero: Ficção

Duração: 02h20

Ano: 1980

Sinopse: “O filme mostra um Cristo-pescador, interpretado pelo Jece Valadão, um Cristo – negro interpretado por Antonio Pitanga; mostra o Cristo que é um conquistador português Dom Sebastião interpretado por Tarcísio Meira e mostra o Cristo Guerreiro-Ogum de Lampião, interpretado por Geraldo Del Rey. Quer dizer os quatro Cavaleiros do apocalipse que ressuscitam o Cristo do terceiro mundo, recontando o mito através dos quatro evangelistas: Mateus, Marcos, Lucas e João, cuja identidade é revelada no filme quase como se fosse um terceiro testamento. E o filme assume um tom profético, realmente bíblico e religioso” – Glauber Rocha.

Ficha Técnica:

Direção e Roteiro: Glauber Rocha

Direção de Fotografia: Roberto Pires

Montagem: Carlos Cox e Ricardo Miranda

Elenco: Maurício do Valle, Tarcísio Meira, Jece Valadão, Antonio Pitanga, Geraldo Del Rey, Norma Bengell, Ana Maria Magalhães e Danuza Leão.

 

SÉRGIO MAMBERTI – LUZ NAS TREVAS

Direção: Helena Ignez e Ícaro Martins

Gênero: Ficção

Duração:

Ano: 2010

Sinopse: Luz nas Trevas, continuação do clássico O Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla, narra a história de dois dos mais famosos marginais de São Paulo. Luz Vermelha está em um presídio de segurança máxima e lida com a fama de ser um dos criminosos mais famosos do Brasil. Seu filho o bandido Tudo-ou-Nada é o fio condutor que atravessa essa história política e existencial. Adorado pelas mulheres, Tudo-ou-Nada segue a “carreira” de seu pai a fim de desfrutar de uma ampla variedade de prazeres mundanos.

Ficha Técnica:

Roteiro Original: Rogério Sganzerla

Roteiro Adaptado: Helena Ignez

Diretor de Fotografia: José Roberto Eliezer

Direção de Arte: Fabio Delduque

Montagem: Rodrigo Lima

Elenco: Ney Matogrosso, André Guerreiro Lopes, Djin Sganzerla, Bruna Lombardi, Maria Luisa Mendonça, Sandra Coverloni, Simone Spoladore, Arrigo Barnabé, Sérgio Mamberti, Paulo Goulart, Mário Bortolloto, José Mojica Marins, Cacá Carvalho, Duda Mamberti, Otávio III, Rejane Medeiros, Abrahão Farc e Ariclenes Barroso.

 

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1496

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo