Um domingo…

Não, eu não direi aqui que estou triste, que tenho perdido muita gente que amo; que as pessoas que amo têm perdido pessoas que ama.

Não direi que muitas pessoas que amo estão passando por dificuldades e que tudo isso chega até ao meu coração, o tempo todo. Tampouco vou reclamar desse governo insano.

Prefiro não pensar e responder à vida com o que tenho de mais potente: o meu trabalho.

E, afinal, isso tudo vai passar um dia, claro que vai. E a gente vai retomar as nossas vidas e tudo terá ficado no passado. Como tudo, como sempre, infelizmente.

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1069

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo