Todo os Sonhos do Mundo volta em nova versão, reformulada para a temporada via streaming

Todos os sonhos do mundo – Peça apresentada no Brasil, em Portugal e Cabo Verde antes da pandemia, foi a primeira a cumprir temporada na quarentena, sendo vista por mais de 4.000 pessoas na Internet. Escrita por Ivam Cabral, ela volta em nova versão, reformulada para a temporada via streaming. 

“Todos os sonhos do mundo” fala da depressão, tema cada vez mais urgente, em especial durante o isolamento social, e de como a arte e a poesia podem abrir portas no entendimento e enfrentamento deste mal, experimentado mundo afora por tantos e há tanto tempo.

A dramaturgia foi estruturada a partir do livro “O demônio do meio-dia – uma anatomia da depressão”, de Andrew Solomon, eleito um dos cem melhores livros da década de 2000 pelo jornal britânico The Times.

A nova encenação de Rodolfo García Vázquez foi concebida especialmente para as plataformas de videoconferência, explorando as possibilidades de luz e movimento oferecidas pelas múltiplas janelas virtuais.

FICHA TÉCNICA
Concepção: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez
Direção: Rodolfo García Vázquez
Atuação: Ivam Cabral

Fonte: Teatro Hoje

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1292

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo