Colóquio luso-brasileiro sobre arte inclusiva

Um colóquio organizado pela SP Escola de Teatro em parceria com a Escola Superior Artística do porto, em Portugal, vai discutir o papel da arte nos processos participativos e de acessibilidade social. Com o tema “Arte Inclusiva. Quem inclui quem?”, o encontro, dividido em duas fases, começa nesta quinta (10), com uma série de atividades em Portugal. Em novembro, uma nova etapa é realizada em São Paulo.

O diretor executivo da SP Escola de Teatro, Ivam Cabral, e o coordenador pedagógico Joaquim Gama participam da mesa de abertura em Portugal, ao lado da professora da USP Elisabeth Silva Lopes. Juntos, discutem a descolonização do currículo no processo de aprendizagem teatral, com base na Experiência da SP Escola de Teatro.

A programação do colóquio conta ainda com debates e apresentação de resultados de práticas artísticas que conjugam a criação com investigação e preocupações ético-sociais. Professores e artistas portugueses reportam suas experiências em mesas de discussão.

APRESENTAÇÃO

Além da participação na mesa de abertura do colóquio, na sexta-feira Ivam Cabral também apresenta o solo “Todos os Sonhos do Mundo”, no teatro da Esap. A peça escrita por ele e Rodolfo García Vázquez (que assina a direção) aborda questões ligadas à depressão, em caráter confessional e com base em obras de poetas brasileiros e estrangeiro.

Fonte: SP Escola de Teatro, 4 de outubro de 2019

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 694

Um comentário sobre “Colóquio luso-brasileiro sobre arte inclusiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo