O TEMPO | Chico e Cacilda envelheceram, 😭

Pensei muito antes de fazer este post. Mas não tive muita saída. Cacilda, antes de ser a minha cã mais linda é a mascote da SP Escola de Teatro. Chegou nas nossas vidas no início de 2010, quando estruturávamos a escola e tudo era sonho por aqui. Antes de tê-la sequestrado, viveu na escola e foi paparica por todos.

Eu, desculpem a sinceridade, não via com bons olhos um cachorro entre nós. Até seu nome eu não gostava muito. Me lembro que foi definido pelos estudantes e, dentre as várias opções colocadas para escolha, eu preferia Cleyde.

Mas Cacilda me escolheu. Passava o tempo todo deitada aos meus pés, no escritório, escondidinha em baixo da minha mesa.

No momento em que o Chico chegou às nossas vidas, em dezembro de 2012, foi quando passamos a viver todos juntos entre o nosso apartamento na Augusta e a casinha no meio do mato, em Parelheiros. Então a gente formou uma família. Uma família linda de verdade.

Cacilda e Chico sempre foram muito alegres. E doces. E gozaram de muita saúde. Mas o tempo passa e passa tão rápido… Pelas contas, Cacilda teria hoje mais de 14 anos; e Chico, indo pros 12.

Desde o ano passado Cacilda começou a ter problemas de locomoção e depois de várias idas ao veterinário, iniciamos um tratamento com acupuntura.

Um dia, uns três meses atrás, quando acordei, Cacilda estava muito ofegante, como nunca tinha visto. Corremos pro pronto socorro e, soube ali, estava convulsionando. Quase morreu. Ficou internada por uma semana e, dias depois, veio o diagnóstico: insulinoma, um tumor no pâncreas.

Enquanto cuidávamos da Cacilda, descobrimos uma saliência na barriga do Chico e, por precaução, pedimos um exame de imagem de seu abdômen. Uns dias depois o veredicto: Chico tem um tumor no baço.

Quatro meses que minha vida parou em função destas histórias. Idas infindáveis a veterinários, médicos especialistas e laboratórios. Hoje, enfim, decidimos todos percursos: Cacilda será operada na semana que vem e Chico em 15 dias.

Precisaremos de força, muita força. Os sérios diagnósticos e as idades avançadas dos dois nos colocam em estado de alerta.

Por aqui o coração sangra. Mas é uma história de tanto, mas tanto amor que, aconteça o que acontecer, viver terá sido lindo e eu viveria tudo novamente.

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1723

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo