Jade Picon: ator e diretor mostra lei que permite a ex-BBB atuar em novela

Ivam Cabral acredita que a influenciadora digital pode ter papel em novela sem ter formação em teatro

Por Thomaz Rocha

Nesta quinta-feira (12), o ator e diretor Ivam Cabral usou as redes sociais para se juntar a outros artistas para defender Jade Picon, depois de ser noticiado que a ex-BBB fechou contrato com a Globo para interpretar uma personagem na próxima novela das 9, Travessia, sem ter formação como atriz.

Através de postagem no Twitter, Ivam citou a Lei 6.533, de 24 de maio de 1978, que regulamenta o ofício de profissionais da arte, para avaliar que a influenciadora digital pode participar de um folhetim, mesmo não tendo registro.

“Ninguém me perguntou, mas vou opinar sobre Jade Picon. Pela Lei nº 6.533, de 24 de maio de 1978, q instituiu o exercício das profissões de Artistas e de Técnico em Espetáculos de Diversões, ela está apta a exercer seu ofício de atriz, SIM”, escreveu o profissional, que também defendeu Jade.

“Desta maneira, Jade que trabalha em publicidade desde bebê, está amparada pela Lei e pode, tranquilamente, exercer o direito da profissão de atriz. E, queira ou não, o SATED RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro) tem que conceder o direito da garota pedir o seu registro profissional sem ter frequentado a escola.” – Ivam Cabral

Jade Picon: Ator e diretor mostra lei que permite a ex-BBB atuar em novela

Fonte: Natelinha

 

Post criado 78

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo