Feliz dia, mulheres

Essa aí é minha mãe, Eunice. Não vou aqui revelar o meu complexo de Édipo dizendo que era a mulher mais incrível do mundo. Não posso entrar em contradição, afinal, agora, eu sou um estudante empenhado de psicanálise.

Mas posso dizer duas coisas dessa mulher. Primeira, que era um ser muito doce. Segunda, uma fortaleza. 

Levou uma família inteira nos braços, lutando contra o patriarcado bravamente. E era exatamente assim que ela se livrava dos incômodos: no muque! 

Não, não caiu na porrada com ninguém. Era forte o suficiente para vencer tudo na determinação. 

E essa é uma de suas imagens mais bonitas. E que a traduz com alguma fidelidade. Foi desse jeito aí que ela criou seus filhos, seus sobrinhos, seus netos e vários filhos de suas amigas e parentes, também. 

Acho que quem fez esse retrato foi o Ricardo Baggio, um de seus netos e meu sobrinho. E eu amo essa foto!

Feliz dia, mulheres. E obrigado pela luta, pela determinação, pelo norte. O mundo seria muito, muito mais rico e verdadeiro se fossemos comandados por vocês. Viva o matriarcado!  

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1271

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo