TEATRO DO ABSURDO

Então, hoje eu almoço com o Lauro César Muniz e nosso amigo carioca, Mário Medeiros. Na saída, 16h. mais ou menos, Mário vai ao banheiro enquanto eu e Lauro vamos aguardá-lo na calçada em frente ao restaurante.

Um grupo de 15 adolescentes, aproximadamente, vem subindo em nossa direção. Parece um pequeno exército; falam alto, enquanto gritam umas frases incompreensíveis. Ao passar por nós, obrigam-nos a dar passagem a eles, fazendo com que a gente saia de nossos lugares.

Um rapaz, 18 ou 19 anos grita:

– Eu quero uma televisão!

– Eu vou trazer um computador, anuncia um outro.

É uma menina baixinha, cabelos curtos e bem encaracolados que anuncia:

– Hoje eu tô precisando de uma chapinha.

E desaparecem aos gritos e com muita animação.

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 694

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo