CONVERSA NO FACEBOOK

Foto: Arquivo SP Escola de Teatro

Inferno na Paisagem Belga: Os Satyros se reinventam, sem deixar um só momento de ser Os Satyros. E, se algum dia este grupo teatral teve medo de emocionar, o medo agora foi embora.
Sérgio Roveri, dramaturgo

Concordo plenamente. que grupo inteligente, consistente, atuante, vivo, forte, que enfeixa nosso teatro nas vanguardas internacionais, que orgulho eu tenho do Satyros… já vi tanta peça linda, já me proporcionaram tantos momentos de estranha beleza e ativo convite à reflexão, a sair da zona de conforto da vida… um teatro que atiça e faz pensar.
Marcos Gomes, jornalista

sim, conheço alguns trabalhos de assitir e outros do meu trabalho de acompanhar os relatorios da pesquisa na coordenação da lei de fomento. Tanto Rodolfo quanto Ivan são estudiosos muito sérios e incansaveis militantes pela qualidade do teatro paulistano. A Pça Roosewelt não teria o brilho cultural que tem hoje sm este grupo, que inaugurou um jeiot notável de ateliê compartilhado, numa cidade onde a cultura ainda não é prioridade.
Graça Santos é funcionária da Secretaria Municipal de Cultura

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1077

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo