NA MÍDIA: Cabaret Stravaganza Aposta no Visual e no Real

Foto: Flavio Morbach Portella

O meu corpo-máquina faz parte da minha humanidade. Esse corpo é meu? Este corpo não é meu. Que diferença isso faz? Essas são algumas das questões levantadas pela companhia paulistana de teatro Os Satyros em sua mais nova produção, “Cabaret Stravaganza”, que mistura belos efeitos visuais com depoimentos pessoais e muitas perguntas sufocantes com o objetivo de realizar um sonho: a cirurgia de readequação sexual de Leo Moreira Sá.

O cabaré sátiro tem dança, música e alegria, mas, como na vida, traz também momentos de solidão e angústia, relembra tristezas e frustrações e questiona valores e práticas tidas como normais. Na concepção da companhia, não há mais espaço para o mundo que existia, agora é hora de uma humanidade que reconhece o outro não pelo seu externo – que atualmente pode ser totalmente transformado. O que está em jogo é o seu sentimento, e o que você faz com ele.

Tudo começa em um baile alvo, de música calma, com participação da plateia, que se faz presente ainda nas frases lidas no início do espetáculo. Tiradas de dentro de uma caixinha, formam um mosaico de pensamentos soltos em um mundo cada vez mais rápido e raso. Se você se lembrou da dinamicidade do Facebook e do Twitter acertou em cheio.

Em cena, personagens se misturam à face real dos atores. Depoimentos verídicos lembram ao espectador que atrás da máscara dionisíaca existe um ser humano – inclusive Leo, ansioso por seu sonho de conciliar corpo e mente e se jogar “em um banho de mar” para comemorar a unificação. Cada um com uma história mostrando que ninguém nesse mundo é igual ao outro – logo é impossível continuarmos insistindo em padrões estabelecidos.

Homem, mulher, travesti, transexual, gay, lésbica, bissexual ou qualquer outra denominação. No Cabaret Stravaganza pouco importa como você se define, todos têm seu espaço na pista de dança e todos bailam ora com a alegria e ora com a tristeza. Todos são humanos tentando sobreviver em meio a uma revolução tecnológica capaz de mudar corpos, construir novos e negar os já existentes.

Com belos efeitos especiais e uma boa dose de humor ácido, “Cabaret Stravaganza” é um espaço para você ser quem é, contar seus medos, confessar segredos e em momento algum ser julgado por isso. Todos estamos unidos pela dor e pelo amor, pelo vício e pela virtude, seja lá qual órgão sexual temos embaixo das roupas íntimas ou sonhamos em ter um dia.

“Cabaret Stravaganza” – até 18 de dezembro

Espaço dos Satyros I: Praça Roosevelt, 214 – Consolação

R$ 20 (inteira), R$ 10 (estudantes, classe artística e Terceira Idade) e R$ 5

(oficineiros dos Satyros e moradores da Praça Roosevelt)

Tel.: (11) 3258 6345

satyros@uol.com.br

Fonte: Mix Brasil, 24/10/2011

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 768

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo