Sorriso

Este aí é o Sorriso, um dos agregados aqui de casa. Vive por aqui no condominio, mas se recusa a ficar numa única casa.

Se chama Sorriso porque tem uma pequena deformidade na boca que faz com que ele sorria o tempo todo.

Sabe aquele tipo que é de todo mundo e não é de ninguém? Tá certo que prefere a nossa casa e vem fazer suas refeições todo dia, em horários pontualíssimos. E é aqui também que ele se refugia, embaixo das camas, quanto os trovões anunciam tempestades.

Todo mundo aqui, no condomínio, gosta muito dele e se sente um pouco dono dele, também. Então decidiram:

— Nada de castração!

Há mais de um ano Sorriso está por aqui. Deve ter essa idade também. E, na visita da Neuza ao veterinário nesta semana, decidi:

— Vamos castra-lo na quinta-feira e seja o que Deus quiser!

É possível que arrumemos confusão com o pessoal do condomínio, mas estou certo da decisão. Esse pequeno merece muito respeito e chegou a hora, não dá mais para esperar!

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1641

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo