A Arte de Encarar o Medo é indicada ao Troféu APCA de Teatro que seleciona indicados a três categorias e divulga carta sobre 2020

Em REDE – A comissão de Teatro da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) votou, na noite desta terça-feira (12), os indicados para o ano de 2020. Pela pandemia que atingiu o mundo e mudou o panorama não só das artes como do mundo, a entidade decidiu por três categorias: Melhor Espetáculo, levando em conta o que foi feito ao vivo, Melhor Espetáculo Virtual e Prêmio Especial, que engloba personalidades e iniciativas diversas.  O caráter excepcional, fez com que o júri criasse, em conjunto com as indicações, uma carta de posicionamento.

Leia:

“INDICADOS PARA O PRÊMIO APCA DE TEATRO – 2020

2020 não foi um ano para comemorações em função da tragédia provocada pela pandemia da Covid-19, por outro lado seria injusto não celebrar a importância dos espetáculos realizados no primeiro trimestre do ano e também as iniciativas daqueles que bravamente enfrentaram outras linguagens para oferecer ao público o que se convencionou chamar de teatro virtual.

Com esse pensamento Celso Curi, Edgar Olímpio de Souza, Evaristo Martins de Azevedo, José Cetra Filho, Kyra Piscitelli, Maria Eugênia de Menezes, Miguel Arcanjo Prado e Vinício Angelici –  críticos da área de teatro da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA)  se reuniram virtualmente no dia 12/01/2021 para definir critérios especiais para a premiação de 2020.

Serão premiadas apenas três categorias: Espetáculo, Espetáculo Virtual e Prêmio Especial.

O Júri acredita que dessa forma conseguiu enaltecer os esforços para premiar o teatro que se reinventou, se provou e cresceu. Mas sem esquecer de refletir ano tão duro que foi de luta para artistas e técnicos.

Os vencedores serão divulgados após reunião da associação, na semana que vem. Entre os indicados de cada categoria será escolhido um vencedor, totalizando três vencedores em 2020. O modelo e data de premiação ainda serão definidos e divulgados quando oportuno.

Segue a relação dos indicados por categoria:


ESPETÁCULO:
— “A Cor Púrpura – O Musical”
— “Bertoleza”
— “Elisabeth Costello”
— “Fóssil”
— “Protocolo Volpone”

ESPETÁCULO VIRTUAL:
— “A Arte de Encarar o Medo”
— “Jacksons do Pandeiro”
— “Na Sala com Clarice”
— “Peça”
— “Tudo o Que Coube Numa VHS: Experimento sensorial em confinamento”

PRÊMIO ESPECIAL:
— Cia. Os Crespos, pela valorização do teatro negro em 15 anos de trajetória
— João Acaiabe, pelos 50 anos de trajetória artística e pioneirismo na representatividade negra nos palcos e nas telas.
— Projeto #mungunzadigital, da Cia. Mungunzá de Teatro, com entrevistas e transmissões ao vivo nas páginas digitais da companhia.
— Série “Cena Inquieta” em 26 episódios dirigida por Toni Venturi com curadoria de Silvana Garcia sobre teatros de grupo brasileiros.
— Série “Protagonistas Invisíveis” em 14 episódios idealizada por André Grecco e dirigida por Adriana S. Lopes sobre técnicos de teatro.

O TEATRO NOS UNE
O TEATRO NOS TORNA FORTE
VIVA O TEATRO!

São Paulo, 12 de Janeiro de 2021”

Fonte: Aplauso Brasil

 

 

Ator, roteirista e cineasta. Co-fundador da Cia. Os Satyros e diretor executivo da SP Escola de Teatro.
Post criado 1191

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo