HISTÓRIA DO DIA: IVAM CABRAL

Cabral levou “Os Satyros” para Praça Roosevelt há anos,
trazendo uma nova vida ao espaço

“A gente toma as calçadas, acende as luzes e tudo se modifica.”

Esse texto faz parte da coleção “Histórias que mudam o mundo”, criada e mantida pelo Museu da Pessoa. Nela, encontram-se grandes e pequenas histórias de mudanças que acontecem todos os dias ao nosso redor, transformando vidas e fazendo do mundo um lugar mais justo, mais bonito e mais feliz.

Quando a gente chegou na Praça Roosevelt no início de 2000, com o nosso grupo de teatro – Os Satyros – tudo era escuro, dominado pelo tráfico e prostituição. A ditadura ensinou pra gente que no centro de São Paulo não se pode sair ou tomar as calçadas porque alguma coisa muito cruel te acontecerá. E realmente, quando chegamos, aquela região era como um lugar que não existia. Não tinha lugar pra morar – os apartamentos eram horrorosos, tudo era feio. Mas e daí? A gente toma as calçadas, acende as luzes e tudo se modifica: você atrai a pessoa e o humano acontece.

Foi quando aprendi que uma coisa só nos separava do traficante, da pessoa que estava ali. Algumas perguntas: qual o seu nome? Você veio de onde? E então começava a conversa. Eles eram pessoas sem nome, e acho isso um problema do cidadão, não acho que é um problema do Estado. A Roosevelt é um dos lugares mais legais que eu conheço, porque ela tem uma fotografia linda. De dia a luz da praça é incrível, tem os prédios, tem aquelas árvores. De dia é uma coisa e a noite  é outra. Quando tem luz e as pessoas caminham por aquelas calçadas, ela tem um significado; à noite, quando essas luzes estão apagadas, ela tem outro.

A gente encontrou esse terreno muito escuro, porque os meninos e os traficantes quebravam as lâmpadas. A gente ligava pra Eletropaulo, que vinha e colocava outras no lugar, e quando anoitecia os meninos quebravam de novo. Daí a gente voltava a ligar. Enfim, fomos tentando negociar durante muito tempo. Vamos deixar uma luz, vamos trazer gente, vamos circular, vamos tomar esse lugar.

Fonte: As Bos Novas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.